Marc Márquez encerra mistério e anuncia que não volta à MotoGP em 2020

Em recuperação de uma fratura no braço direito, o espanhol confirmou que vai voltar às pistas apenas em 2021. O hexacampeão da MotoGP se machucou na primeira corrida do ano

2020 acabou para Marc Márquez. Depois de semanas de especulações, o piloto da Honda, que se recupera de uma fratura no braço direito, confirmou apenas nesta terça-feira (10) que não vai voltar às pistas neste ano.

O mais velho dos irmãos Márquez quebrou o úmero direito em um acidente no GP da Espanha, prova que abriu a temporada 2020 da MotoGP em 19 de julho. Em Jerez, o espanhol vinha em uma vigorosa prova de recuperação após cometer um erro, quando caiu e acabou atingido no braço pela RC213V.

Marc, então, passou por uma cirurgia para estabilizar a lesão, mas, ainda no hospital, começou a fazer exercícios para tentar disputar o GP de Andaluzia, em 26 de julho. Aprovado pelos médicos, Márquez chegou a entrar na pista no sábado, mas sucumbiu às dores e não correu.

Marc Márquez só volta às pistas em 2021 (Foto: Repsol)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

O retorno, então, era aguardado para o GP da Tchéquia, mas antes da corrida em Brno, a Honda anunciou que o hexacampeão da MotoGP precisou de uma segunda cirurgia após danificar a placa de titânio fixada na primeira operação. O dano foi causado por estresse.

Desde então, a volta de Marc era especulada com frequência, sem que a Honda desse uma palavra final. Recentemente, Stefan Bradl chegou a anunciar que encerraria o ano ao lado de Álex Márquez, mas no dia seguinte o alemão tratou de minimizar as próprias declarações.

“Não voltarei a competir nesta temporada”, anunciou Márquez. “Depois de avaliar como está o braço com os médicos e a minha equipe, decidimos que a melhor opção é voltar no próximo ano”, seguiu.

“Agora é seguir com o processo de recuperação”, comentou. “Obrigado pelas mensagens de apoio. Estou com muita vontade de voltar em 2021”, encerrou.

Também pelas redes sociais, a Repsol, patrocinadora da equipe principal da Honda, frisou que não se trata de um adeus definitivo.

“Marc considerou todas as opções e trabalhou ao máximo na recuperação, mas, infelizmente, Marc não vai conseguir retornar nesta temporada. Mas isso não é um adeus. O veremos em 2021”, assegurou.

LEIA TAMBÉM
+ Iannone sofre derrota no Tribunal Arbitral e vê suspensão por doping subir para 4 anos
Com Mir e Rins no GP da Europa, Suzuki tem primeiro 1-2 em 38 anos
Mir vence pela primeira vez e fica perto do título de 2020 da MotoGP

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube