Marc Márquez reporta visão dupla e fica fora do GP da Comunidade Valenciana

Marc Márquez não corre mais na MotoGP em 2021. O multicampeão sofre de diplopia, ou visão dupla, e está fora da etapa em Valência neste próximo fim de semana

F1: VERSTAPPEN VENCE IMPASSE MEXICANO NA LARGADA E SE APROXIMA DE TÍTULO | Paddock GP #264

Marc Márquez está fora da última etapa da temporada 2021 da MotoGP, o GP da Comunidade Valenciana, neste fim de semana. O hexacampeão mundial confirmou nesta terça-feira (9) que foi vetado pela junta médica que o acompanha em razão de uma diplopia, ou visão dupla. Márquez vai desfalcar a Honda pela segunda prova consecutiva, já que o piloto ficou fora do GP do Algarve, em Portugal, em razão de uma concussão sofrida no começo do mês.

Márquez já sofreu com diplopia há exatos dez anos, quando sofreu um acidente durante o fim de semana do GP da Malásia, em Sepang, na Moto2, e uma pedra da caixa de brita o acertou e danificou seu olho.

Marc Márquez vai perder o GP do Algarve (Foto: Repsol)

Em boletim médico, o oftalmologista Dr. Sánchez Dalmau explicou o problema sofrido por Márquez e a consequente ausência em Valência.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

“O exame realizado em Marc Márquez hoje após o acidente que ocorreu confirmou que o piloto tem diplopia e revelou uma paralisia do quarto nervo direito com envolvimento do músculo oblíquo superior direito”, afirmou o médico.

“Foi escolhido um tratamento conservador, com atualizações periódicas, para acompanhar a evolução clínica. Este quarto nervo direito é o que já foi lesado em 2011”, confirmou Sánchez Dalmau.

“São momentos duros, parece chover no molhado. Depois de visitar o Dr. Sánchez Dalmau, foi confirmado um novo episódio de diplopia (visão dupla), assim como em 2011. É preciso paciência, mas uma coisa que aprendi é encarar as adversidades com positividade. Muito obrigado a todos pelo apoio”, escreveu o piloto em sua conta no Twitter.

Além da etapa final da temporada, em Valência, Márquez também vai ficar fora dos testes de pós-temporada que a MotoGP vai promover dias depois, em Jerez, na Andaluzia. A sessão está marcada para os dias 18 e 19 e é considerada importante pela Honda em razão das avaliações do desempenho de atualizações que vão ser implementadas na RC213V de 2022.

A tendência é que a Honda siga com o alemão Stefan Bradl para o lugar de Marc Márquez neste desfecho de temporada da MotoGP.

LEIA TAMBÉM
Acosta conquista merecido título da Moto3 e cria expectativas para futuro no Mundial
Bagnaia domina rivais, alcança melhor fase e se coloca como um dos favoritos para 2022

Para Márquez, 2021 foi outro ano difícil. O hexacampeão ficou fora das duas primeiras etapas do ano, ainda em consequência das lesões que o tiraram de combate de praticamente toda a temporada passada. Quando retornou às pistas, levou ainda um tempo para ser competitivo até que voltou a vencer em um dos seus territórios: Sachsenring, na Alemanha. O espanhol triunfou também no GP dos EUA, em Austin, e no GP da Emília-Romanha, em Misano.

O piloto de 28 anos, natural de Cervera, soma três vitórias, um total de quatro pódios e ocupa a sexta colocação na temporada, com 142 pontos. Fabio Quartararo, da Yamaha, confirmou a conquista do título da MotoGP por antecipação.

MotoGP volta a acelerar no próximo domingo (14), para a última etapa da temporada, o GP da Comunidade Valenciana, em Valência. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2021.

Bagnaia apenas controlou o ritmo contra Mir na corrida (Vídeo: MotoGP)
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar