Mir afirma que ordem de equipe na Suzuki segue mesma: não fazer idiotices

O atual líder da classificação apontou que o único pedido do time é que a dupla não se prejudique na pista, especialmente por Álex Rins também ter chances de colocar as mãos no caneco

Joan Mir voltou a insistir de que não há ordem de equipe dentro da Suzuki. O espanhol apontou que o único pedido feito pelo time é que a dupla se respeite dentro da pista para não fazer besteiras e desperdiçar importantes pontos.

O Mundial de Motovelocidade entra em sua última rodada tripla antes do encerramento do campeonato. Com 75 pontos em jogo, Mir é líder da classificação com 14 tentos de respiro para Fabio Quartararo, segundo na tabela.

Com 22 pontos de desvantagem, Álex Rins aparece no sexto posto e, portanto, ainda na briga pelo título, o que descarta a possibilidade de ordens internas. “Não há muito que falar. A ordem de equipe é a mesma de sempre: que nos respeitemos e que não façamos idiotices, pois não podemos nos permitir”, pontuou Joan.

Joan Mir descartou ordem de equipe na Suzuki (Foto: Suzuki)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

“Mas mais do que isso, Álex também está na briga pelo título, então não tem sentido que me ajude. Evidentemente, se as coisas mudarem e fiquemos sem opções, então, já seria outra coisa porque o Mundial é algo muito importante”, completou o competidor de Palma.

O assunto ordem de equipe já é recorrente na dupla da Suzuki. Sempre quando o tema é abordado, tanto pilotos quanto Davide Brivio, chefe do time, já afirmaram que ambos brigam de igual para igual e que o pedido é apenas um: “que vença o melhor”.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da Europa, antepenúltima etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

LEIA TAMBÉM
Mir lidera MotoGP com menor pontuação após 11 corridas em 27 anos

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube