Oliveira diz que trabalho de Pedrosa dá resultado na KTM: “Moto é mais fácil de guiar”

Vencedor do GP da Estíria considerou que a KTM fez um bom uso das concessões previstas em regulamento, mas agora tem de competir de igual para igual com as marcas rivais

Miguel Oliveira acredita que o trabalho de Dani Pedrosa no desenvolvimento da KTM está dando resultados. Vencedor do GP da Estíria, piloto português avaliou que é clara a melhora na RC16 em comparação com o ano passado e considerou que o protótipo austríaco é hoje mais fácil de guiar.

Depois de passar 13 anos na MotoGP competindo pela Honda, Pedrosa se aposentou no ano passado e passou a trabalhar como piloto de testes da KTM. Aos poucos, a fábrica austríaca foi avançando e agora, passadas as cinco primeiras corridas de 2020, já acumula duas vitórias ― a primeira delas com Brad Binder no GP da Tchéquia.

Miguel Oliveira venceu pela primeira vez na MotoGP (Foto: Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Esta moto, com certeza, deu um passo enorme em relação a última temporada”, disse Oliveira. “Dani tem feito muito do trabalho. Ele realmente tem dado uma contribuição muito boa para tornar essa moto mais fácil de pilotar. E o resultado está aí. Podemos sentir que a moto é mais fácil de pilotar. Podemos ser um pouco mais suaves, que é um pouco o estilo de Dani. Então, no fim das contas, este trabalho duro está dando resultados”, ponderou.

Além das duas vitórias, a KTM somou também um pódio com Pol Espargaró neste ano, o que significa o fim das concessões previstas em regulamento. Assim, Pedrosa e Mika Kallio, o outro piloto de testes da casa da Mattighofen, estarão mais limitados para testar em 2021.

Recentemente, porém, o ex-Honda esteve na pista em Misano ao lado de Michele Pirro, da Ducati, e Lorenzo Savadori, da Aprilia, para um teste às vésperas das corridas deste ano.

“Não temos muitas razões para nos preocuparmos com as próximas corridas. Podemos nos sair bem nas corridas começando em uma pista onde testamos em junho e de onde temos informações”, ponderou Miguel. “Só espero manter nosso nível, o que mostramos em Spielberg, e continuar lutando pelas posições top”, falou.

A perda das concessões, porém, não preocupa, já que Oliveira entende que a KTM fez um bom uso das regras e agora deve encarar as demais equipes de igual para igual. Com o crescimento da RC16, a Aprilia é agora a única marca a contar com as benesses previstas em regulamento.

“Nós as perdemos, então é uma coisa boa. Só tem uma coisa que importa, que é ver uma moto laranja no parque fechado no domingo”, comentou. “Quaisquer que sejam os benefícios que tínhamos no passado, estão dando resultado agora, então acho que é hora de nos compararmos com as melhores marcas e termos as mesmas regras”, defendeu.

“A KTM mostrou que no que quer que entre, não vai perder. Acho que conquistaram algo grande na MotoGP em um curto período de tempo”, opinou. “Não é só uma questão de ter o dinheiro, os recursos financeiros para fazer as coisas, mas em competição, é uma questão de reunir o melhor grupo de pessoas para trabalhar nos projetos. Eles conseguiram fazer isso do zero”, encerrou.

O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP de San Marino e da Riviera de Rimini, sétima etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

Paddockast #77 | Como amar a moribunda Ferrari em crise?
Ouça também: PODCASTS APPLE | ANDROID | PLAYERFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube