Por que Acosta escapou e Binder foi punido por exceder limites de pista no GP da Holanda?

As punições aos pilotos que excederam os limites de pista em Assen causaram polêmica, já que Pedro Acosta não foi sancionado na Moto2 depois de aparentemente pisar no verde, mas Brad Binder perdeu dois pódios no fim de semana por causa de infrações mínimas

Para variar, a postura da direção de prova está causando debate na MotoGP. No domingo (25), muita gente questionou: por que Pedro Acosta escapou de punição por extrapolar os limites de pista e Brad Binder não?

O sul-africano da KTM perdeu pódios na corrida sprint e também no GP por ter excedido os limites de pista. As duas infrações, porém, foram mínimas. E ambas na curva 8. No sábado, Brad caiu de terceiro para quinto. No domingo, o irmão de Darryn teve de ceder apenas uma posição.

Na corrida sprint de Assen, Brad Binder foi punido com 3s (Vídeo: Reprodução/MotoGP)

Relacionadas


▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

No caso de Acosta na Moto2, a suposta infração ocorreu no trecho da volta longa. O espanhol da Red Bull KTM Ajo foi punido pela direção de prova por ter cortado a curva 17, uma das pernas da chicane Geert Timmer Bocht.

Ao passar pela zona de punição, porém, a impressão que ficou foi de que Pedro tocou o verde, mas, apesar disse, a pena foi considerada cumprida. O que causou muitas criticas e memes também.

Brad Binder teve de entregar uma posição no domingo (Vídeo: Reprodução/MotoGP)

A direção de prova, então, divulgou as imagens do circuito de segurança da pista para justificar a decisão. Pelas imagens, é possível ver Pedro bastante no limite, mas sempre na linha branca que separa a pista da área verde.

Circuito de Segurança mostra passagem de Pedro Acosta pela área de punição (Vídeo: Divulgação/MotoGP)

No GP da Holanda de MotoGP, aliás, também causou dúvida o fato de Jorge Martín não ter sido sancionado no mesmo trecho que causou a punição a Binder, mas a alegação é que, como tinha mais de 10s de frente para Álex Márquez, o sexto colocado, a punição não faria efeito.

MotoGP agora entra em férias e volta à ativa apenas entre os dias 4 e 6 de agosto para o GP da Grã-Bretanha, em Silverstone. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2023.

Domínio e crise: “Ducati e Honda vivem espectros opostos na MotoGP”
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.