“Problema não é o campeonato”: Viñales vê déficit de velocidade na Yamaha

41 pontos atrás de Joan Mir na classificação da MotoGP, o espanhol considerou que precisaria de um erro do rival da Suzuki, uma vitória e um segundo lugar para seguir sonhando com o título

Maverick Viñales viu as chances de ser campeão da MotoGP na temporada 2020 reduzirem drasticamente no GP da Europa de domingo (8). 13º em Valência, o piloto agora tem 41 pontos de atraso para o líder Joan Mir, mas já nem vê o campeonato como problema. A questão importante para o piloto é a falta de velocidade da Yamaha.

O fim de semana de Viñales em Valência foi tudo menos tranquilo. O espanhol perdeu parte dos integrantes da equipe por conta de um caso positivo de Covid-19 e ainda precisou largar do pit-lane após extrapolar o limite de motores da temporada.

Maverick Viñales teve um fim de semana especialmente problemático (Foto: Yamaha)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Maverick recebeu a bandeirada em 13º, mas muito mais por conta de quedas de outros pilotos do que pela velocidade da Yamaha. E, apesar de ainda ter chances matemáticas de título, sabe que as possibilidades são poucas.

“Mir precisa cometer um erro e nós precisamos vencer uma corrida e sermos segundo na outra. Então, com certeza, é muito difícil. Honestamente, eu nunca penso nisso”, disse Viñales. “Nosso problema não é o campeonato, é completamente outra coisa. No momento, estamos muito longe em termos de velocidade. E isso é o que precisamos recuperar”, seguiu.

Na reta final do campeonato, Viñales explicou que ainda está no escuro em relação ao desenvolvimento da Yamaha para a temporada 2021.

“Não tivemos nenhuma nova peça para testar durante as últimas duas corridas, então não sei realmente o que vai acontecer. Não temos mais informações do que a moto que temos agora”, afirmou. “Honestamente, a Yamaha certamente entende. Eles sabem que temos problemas, sabem que estamos que estamos dificuldade, e, com certeza, vão fazer o trabalho deles”, encerrou.

LEIA TAMBÉM
Suzuki tateia tríplice coroa de 2020. Yamaha se perde na reta final
Com Mir e Rins no GP da Europa, Suzuki tem primeiro 1-2 em 38 anos
Mir vence pela primeira vez e fica perto do título de 2020 da MotoGP

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube