Quartararo assume surpresa com Álex Márquez em Aragão: “Foi um grande passo”

Piloto da SRT Yamaha reconheceu a consistência da Suzuki, mas colocou o titular da Honda como destaque no MotorLand de Aragão

Fabio Quartararo admitiu a surpresa com a performance de Álex Márquez no GP de Aragão de domingo (18). O piloto da SRT Yamaha considerou que o rival da Honda deu uma grande passo na MotoGP.

11º no grid de Aragão, Márquez escalou o pelotão e chegou a ameaçar a vitória de Álex Rins, mas acabou recebendo a bandeirada em segundo, 0s263 atrás do conterrâneo da Suzuki. Na semana anterior, no GP da França, o irmão de Marc já tinha sido segundo colocado, mas em uma corrida na chuva.

Fabio Quartararo destacou o crescimento de Álex Márquez (Foto: SRT)

LEIA TAMBÉM
Entre gritos e vibrações: Marc Márquez acompanha Álex no GP de Aragão com amigos
Álex x Álex: Rins e Márquez crescem e botam tempero na temporada 2020 da MotoGP
Yamaha opta por “evitar estresse” e descarta substituir Rossi no GP de Teruel
Técnico da Michelin testa positivo para Covid-19 e perde GP de Aragão da MotoGP

“O piloto que mais me impressionou foi Álex [Márquez]”, contou Quartararo. “Quando você consegue um pódio, sempre tem confiança para ser mais rápido. Álex conseguiu um pódio na chuva [Le Mans], mas tudo que ele fez nesta corrida foi um grande passo e eu não esperava tanto assim. Com certeza, esperava melhora, mas faz muito tempo que não vejo um passo tão grande assim”, destacou.

Enquanto a Honda dá sinais de reação, a Suzuki é uma realidade consolidada. Nas mãos de Joan Mir, por exemplo, foram quatro pódios nas últimas cinco corridas.

O bom momento, porém, não assusta Quartararo, já que o francês entende que a Yamaha têm condições de encarar a GSX-RR.

“Parece que a Suzuki está realmente rápida, mas acho que podemos lutar com eles. Talvez seja difícil em Aragão, mas aí vamos para Valência, onde normalmente somos rápidos. No teste de novembro, com pneus novos, nós éramos rápidos”, lembrou. “Acho que podemos lutar com eles. Mas precisamos ser realmente espertos. A próxima corrida será muito importante para não perder muitos pontos e até mesmo tentar recuperar alguns. Mas sinto que posso lutar com eles. No fim, são só seis pontos no momento e podemos lutar por um grande resultado”. garantiu.

“Temos um pouquinho mais do que eles nas primeiras voltas e na classificação. Só a consistência deles no pneu traseiro que é muito melhor”, apontou. “Se encontram aderência inicial nas primeiras voltas, são muito rápidos e é por isso que eles fazem esse tipo de resultado: pódio, pódio, pódio. Parece que estão em um ótimo momento”, concluiu.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube