Rossi revela ‘bolo’ em 2016, mas espera Hamilton para treino no fim do ano: “As portas do Rancho estão abertas para ele”

Valentino Rossi contou que Lewis Hamilton deveria ter ido a seu Rancho no fim do ano passado para um treino, mas precisou cancelar de última hora. Titular da Yamaha espera visita do piloto da F1 em dezembro

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Lewis Hamilton gosta mesmo do mundo das duas rodas. Embora admita que já passou da idade para tentar a sorte na MotoGP, o britânico mantém uma relação próxima com o mundo das motos e é esperado por Valentino Rossi para um dia de treinos no Rancho do Motor, em Tavullia, na Itália.

 
Nesta quinta-feira (8), falando à emissora espanhola ‘Movistar’, Rossi contou que esperava Hamilton em dezembro passado, mas o piloto da Mercedes teve de desmarcar de última hora.
Valentino Rossi deixou portas de seu Rancho do Motor abertas para Lewis Hamilton (Foto: Michelin)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“Hamilton viria em dezembro para treinar no Rancho, mas, no último momento, não pôde vir porque as coisas complicaram”, disse Rossi. “De qualquer forma, espero que ele possa vir no fim deste ano. As portas do Rancho estão abertas para ele”, seguiu.
 
O piloto da Yamaha também se mostrou confiante em uma boa performance do britânico, que é embaixador da MV Agusta.
 
“Lewis tem uma boa relação com a velocidade e creio que ele vai ser rápido em cima da moto”, opinou. “Gostaria de poder ensinar para ele um par de traçados”, completou.
A NOVA F1 SE APROXIMA MAIS DA INDY. E ÁUDIO EM MÔNACO É PROVA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube