Sem sprint, Bagnaia teria dobro da vantagem sobre Martín e match-point viável no Catar

Novidade da temporada 2023 da MotoGP, as corridas sprint têm um peso importante na disputa pelo título. Sem as provas curtas, Francesco Bagnaia e Jorge Martín não seriam os únicos ainda na briga pelo título, mas o italiano teria o dobro da vantagem na busca pelo bicampeonato

Você já se perguntou como ficaria a disputa pelo título da MotoGP sem as corridas sprint? O GRANDE PRÊMIO fez a conta e constatou que as provas curtas tiveram um impacto decisivo na temporada 2023.

A classe rainha do Mundial de Motovelocidade chega ao Catar com apenas Francesco Bagnaia e Jorge Martín na disputa pelo título, mas separados por 14 pontos. Sem as provas de sábado, porém, Marco Bezzecchi ainda teria chances matemáticas, mas a vantagem de titular da Ducati seria dobrada.

Nas 18 etapas disputadas até aqui, Bagnaia acumulou 412 pontos, com 130 vindos da sprint e outros 282 dos GPs. Martín, por sua vez, tem 398 tentos, sendo 254 oriundos das disputas de domingo.

Sendo assim, se não existissem as disputas curtas, Pecco ainda seria o líder, mas com 28 pontos de vantagem ao invés dos 14 atuais. Com restariam 50 pontos em disputa com os GPs de Catar e da Comunidade Valenciana, o #1 teria em Lusail o primeiro match-point do campeonato, podendo perder até três pontos para o adversário da Pramac para levantar a taça com uma etapa de antecedência.

Sem sprint, Francesco Bagnaia chegaria ao Catar com a mão na taça (Foto: Ducati)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Mas se Bagnaia, Martín e Bezzecchi manteriam as posições inalteradas no campeonato sem as sprints, o mesmo não é verdade para outros dez pilotos. Brad Binder, por exemplo, perderia a posição para Johann Zarco, que subiria para a quarta colocação. Fabio Quartararo avançaria de nono para sétimo, com Maverick Viñales perdendo uma posição e Luca Marini descendo de oitavo para nono. Augusto Fernández saltaria de 17º para 14º, com Marc Márquez descendo de 14º para 17º, Takaaki Nakagami ganhando uma posição e Álex Rins perdendo uma. Joan Mir inverteria a posição com Dani Pedrosa, passando ao 21º lugar.

A realidade, porém, é diferente. Ainda restam 74 pontos em disputa, com Pecco com a vantagem de 14 tentos. Para ser campeão antes de ir a Valência, o #1 teria de elevar essa diferença para, pelo menos, 37. Ou seja, somar 20 a mais do que Martín. Ao longo do ano, a maior diferença de pontos conquistados em uma única rodada foi de 28 pontos, registrada no GP de Portugal em favor de Pecco. Martín, por sua vez, vez 25 pontos a mais do que Bagnaia na França.

Até aqui, Jorge venceu sete sprints — França, Alemanha, San Marino e Riviera de Rimini, Índia, Japão, Indonésia e Tailândia —, contra quatro de Bagnaia — Portugal, Américas, Itália e Áustria. Francesco levou a melhor em sete GPs — Portugal, Espanha, Itália, Holanda, Áustria e Indonésia —, ante quatro do espanhol — Alemanha, San Marini e Riviera de Rimini, Japão e Tailândia.

MotoGP volta a acelerar no final de semana de 19 de novembro, com o GP do Catar, no circuito de Lusail, para a penúltima etapa do calendário. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade.

POSIÇÃOPILOTOTOTALSPRINTGP
1Francesco BAGNAIA412130282
2Jorge MARTÍN398144254
3Marco BEZZECCHI32384239
4Brad BINDER25497157
5Johann ZARCO20036164
6Aleix ESPARGARÓ19848150
7Maverick VIÑALES17544131
8Luca MARINI17147124
9Fabio QUARTARARO15617139
10Jack MILLER15647109
11Álex MÁRQUEZ14942107
12Fabio DI GIANNANTONIO100694
13Franco MORBIDELLI93786
14Marc MÁRQUEZ843153
15Enea BASTIANINI761264
16Miguel OLIVEIRA761462
17Augusto FERNÁNDEZ69267
18Álex RINS54945
19Takaaki NAKAGAMI52052
20Raúl FERNÁNDEZ40139
21Dani PEDROSA321022
22Joan MIR24024
23Pol ESPARGARÓ1349
24Lorenzo SAVADORI909
25Jonas FOLGER909
26Stefan BRADL808
27Michelle PIRRO505
28Danilo PETRUCCI505
29Cal CRUTCHLOW303
30Iker LECUONA000
31Álvaro BAUTISTA000
🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.