Van Kasteren conquista Dakar 2023 nos caminhões. Paskevicius vence 14ª especial

O holandês Janus van Kasteren apenas administrou a vantagem que possuía de mais de uma hora para o tcheco Martin Macík e se sagrou campeão do Rali Dakar 2023 nos caminhões

14ª especial: Al-Hofuf – Dammam
Deslocamento: 281 km
Trecho cronometrado: 136 km
Percurso total: 417 km

Janus van Kasteren é o mais novo campeão do Rali Dakar. O holandês da equipe De Rooy chegou para a 14ª e última especial na manhã deste domingo (15) com uma vantagem de mais de uma hora para o tcheco Martin Macík, da MM Technology, e fez uma prova sem sustos, terminando na sétima colocação, para conquistar seu primeiro título. Macík terminou logo à frente do rival na sexta posição, mas só conseguiu tirar três minutos da larga vantagem do holandês.

Relacionadas


O lituano Vaidotas Paskevicius acabou levando a vitória na última etapa do Dakar 2023. O piloto da Fesh Fesh completou os 136 quilômetros de trecho cronometrado em 1h18min34s, com apenas sete segundos de vantagem para o holandês Mitchel van den Brink, da De Rooy. O tcheco Jaroslav Valtr, da Tatra Buggyra, completou o pódio com o tempo de 1h20min20s.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Janus van Kasteren conquistou primeiro título do Dakar (Foto: Dakar)

O belga Igor Bouwens fechou na quarta colocação, seguido pelo trio que disputou o título na reta final após o abandono de Aleš Loprais: Martin van den Brink, Macík e van Kasteren. Robet Kasak, Tomas Vratny e Martin Soltys completaram o top-10 da prova final nos caminhões.

A conquista da De Rooy encerrou assim uma sequência de seis títulos consecutivos da Kamaz, que não disputou o Dakar neste ano após críticas à postura da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) por recriminar a Rússia após a invasão da Ucrânia no início de 2022. Este foi apenas o terceiro título da Iveco, que também venceu nos anos de 2012 e 2016.

Na tabela final, van Kasteren encerrou a competição com a marca de 54h03min33s, contra 55h18min07s de Macík, que terminou a edição com o maior número de especiais vencidas, com cinco. Martin van den Brink fechou em terceiro, seguido pelo filho, Mitchell, e por Valtr. Soltys, Ben van de Laar, Richard de Groot, Vratny e Teruhito Sugawara fecharam os dez primeiros do Rali Dakar 2023.

Dakar 2023, Caminhões, Classificação final:

1J VAN KASTEREN
D RODEWALD                         
M SNIJDERS
Boss54:03:33 
2M MACIK
F TOMASEK                               
D SVANDA
MM Techonology55:18:071:14:34
3M VAN DEN BRINK
R MOUW                                         
E KOFMAN
De Rooy IVECO56:43:552:40:22
4M VAN DEN BRINK
J VAN DE POL                        
M TORRALLARDONA
De Rooy IVECO58:06:024:02:29
5J VALTR
R KILIAN                                       
T SIKOLA
TATRA BUGGYRA59:09:425:06:09
6M SOLTYS
R KREJCI                                      
D HOFFMANN
TATRA BUGGYRA63:12:169:08:43
7B VAN DE LAAR
J VAN DE LAAR                        
A HUIJGENS
Fried van de Laar64:52:5910:49:26
8R DE GROOT
M LAAN                                           
J HULSEBOSCH
Firemen Dakar67:48:4813:45:15
9T VRATNY
B BOBA                                           
J MARTINEC
Fesh Fesh68:27:2514:23:52
10T SUGAWARA
H SOMEIYA                                 
Y MOCHIZUKI
Hino72:58:3318:55:00
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias do GP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.