Stock Car

Shell Racing alia experiência e juventude e abre Stock Car 2019 com quatro carros em corrida 500 no Velopark

Além de Átila Abreu e Ricardo Zonta, que seguem acelerando pela Shell V-Power, equipe chefiada por Thiago Meneghel, a principal patrocinadora do automobilismo brasileiro conta agora com uma nova dupla, que é formada pelo experiente Galid Osman e o jovem estreante Gaetano di Mauro na Shell Helix Ultra, comandada por Maurício Ferreira e Eduardo Bassani

Grande Prêmio / Redação GP, de Sumaré
A temporada 2019 do esporte a motor marca a consolidação da Shell como a principal patrocinadora do automobilismo no Brasil. O amadurecimento do projeto vitorioso da Academia Shell Racing tanto nas pistas do país como também do exterior fez com que, quatro anos após seu nascimento, que o elenco fosse ainda mais fortalecido para buscar ainda mais vitórias e títulos em 2019. Somente no evento da Stock Car, que compreende a principal categoria do esporte a motor brasileiro e sua categoria de acesso, a Stock Light, são nada menos que seis carros patrocinados pela marca. Todos prontos para a temporada 2019, que começa neste fim de semana com a etapa do Velopark, em Nova Santa Rita, Rio Grande do Sul. A prova marca a disputa da corrida 500 da história da Stock Car no domingo (7).
 
Átila Abreu e Ricardo Zonta seguem acelerando pela Shell V-Power, equipe baseada em Americana e liderada pelo experiente engenheiro Thiago Meneghel. A novidade na escalação da Stock Car é a presença de Galid Osman, nova contratação do time, para formar dupla com o jovem Gaetano di Mauro, que vai fazer sua primeira temporada completa na categoria em 2019. Os dois vão integrar a Shell Helix Ultra, sediada em Vinhedo, também interior de São Paulo, e comandada por Maurício Ferreira e Eduardo Bassani.
A esquadra da Shell para a temporada 2019 da Stock Car (Foto: José Mário Dias/Leo Sposito/Shell Motorsport)
Além do esquadrão formado para a temporada 2019 da Stock Car, a Stock Light vai contar com outra dupla que une experiência e juventude. Raphael Reis, campeão da categoria de acesso no ano passado, continua na equipe W2, chefiada por Serafin Jr, e vai ter ao seu lado o estreante Diego Ramos, que teve um 2018 de muito destaque na Sprint Race, fechando em terceiro seu primeiro campeonato de corridas de carro. Além disso, a Shell Racing conta com Vitor Baptista e seu irmão, Felipe Baptista, no forte grid da Porsche Cup neste ano. Vitor também vai disputar a Stock Light em 2019.
 
E a Shell Racing prepara outra surpresa ao longo da temporada. A empresa vai ter um espaço exclusivo para receber convidados e fãs na maior parte do calendário da Stock Car: o A51 Truck Lounge, o maior camarote itinerante do automobilismo brasileiro. E nos bastidores, Gilberto Pose, especialista com passagens pela Ferrari, vai prestar consultoria aos quatro carros da Shell e suas equipes durante o campeonato.
 
Em 2018, a Shell V-Power foi um dos destaques da Stock Car com cinco vitórias, sendo quatro conquistadas por Átila e uma por Zonta, que brilhou na etapa derradeira do campeonato e faturou a pole-position e os 60 pontos com o triunfo em Interlagos. A equipe comandada por Thiago Meneghel abre 2019 de olho em mais vitórias e na luta pelo título da temporada.
Átila Abreu venceu quatro corridas na Stock Car em 2018 (Foto: José Mário Dias/Leo Sposito/Shell Motorsport)
“Estou muito mais animado, mais uma temporada começando, mais uma temporada defendendo a Shell. Viemos numa crescente no último ano, trabalhamos bastante neste intervalo para melhorar tudo e aplicar o aprendizado que tivemos em 2018, obviamente mantendo os pontos fortes e olhando os pontos falhos para começar a temporada com tudo”, comentou Átila, que segue com o carro #51 nesta temporada.
 
“Nosso objetivo é conquistar o título, e a equipe está preparada para isso. Temos uma boa equipe, bons pilotos, uma troca de informações muito bacana em todo o time. Estamos amadurecendo cada vez mais, algumas peças muito importantes chegaram de mão-de-obra. Estou muito confiante para começar o ano com um bom resultado. Vamos batalhar para buscar a vitória. É a corrida de número 500 da Stock Car, e seria muito bom começar o ano com o pé direito e dar uma sequência vitoriosa para o ano”, acrescentou o sorocabano.
Ricardo Zonta foi o último vencedor do ano passado na Stock Car (Foto: José Mário Dias/Leo Sposito/Shell Motorsport)
Por sua vez, o último vencedor da Stock Car ressaltou a continuidade de um projeto vencedor e cada vez mais sólido na categoria. “Inicio com a Shell Motorsport minha quinta temporada e, nesses últimos quatro anos, mostramos um ótimo desempenho na pista, o que me deixa bastante feliz em continuar trabalhando com a equipe”, disse Zonta.
 
“Finalizei o ano com pole e vitória e somei mais quatro pódios: duas vitórias e dois segundos lugares nas primeiras corridas, que são as mais competitivas e, neste ano, esperamos brigar pelo título da Stock Car”, emendou o paranaense, que mantém o #10 para 2019.
 
Já na Shell Helix Ultra, a chegada de um nome cheio de experiência como Galid Osman, que vai para sua oitava temporada na Stock Car, com duas vitórias e duas poles, e também a vinda de Gaetano di Mauro após uma grande estreia como convidado no ano passado, traz sangue novo e ainda mais força para a marca que mais investe no automobilismo brasileiro.
Galid Osman traz experiência à Shell Helix Ultra (Foto: José Mário Dias/Leo Sposito/Shell Motorsport)
“A expectativa sempre é alta. Agora minha estreia na Stock Car, como piloto oficial defendendo as cores da Shell, vai ser muito emocionante”, vibrou Gaetano. “Minha expectativa é de poder trazer bons resultados. Sei que ainda é meu começo na categoria, mas tive uma boa performance no final do ano, quero tentar repeti-la e aprender muito. Tenho certeza que vou aprender muito durante esse ano para poder colher os frutos no próximo ano e para a frente”, complementou.
 
Di Mauro destacou o aprendizado ao lado do seu novo chefe, Maurício Ferreira, e como vem se integrando ao time como um todo em Vinhedo. “Vou dar o meu melhor. Tenho certeza que a equipe vai fazer um bom trabalho. Venho aprendendo muito com o ‘Maumau’ na oficina, estou interagindo bem com os mecânicos, então acho que tudo isso deixa o time mais forte, mais confiante no trabalho de todos nós, trabalhando juntos e, com certeza, muito feliz e esperando essa hora. Estou bem preparado fisicamente, treinando todos os dias da semana para estar com o físico 100% durante a temporada. É isso aí, estamos completos. Agora é esperar o primeiro treino e acelerar", completou o jovem piloto, que vai estampar o numeral #11 no carro.
Gaetano di Mauro é uma das grandes revelações do automobilismo brasileiro (Foto: José Mário Dias/Leo Sposito/Shell Motorsport)
Por fim, Galid falou sobre a expectativa de defender uma nova e forte equipe e também a respeito da oportunidade de voltar ao palco da sua primeira vitória na Stock Car.
 
“Minha expectativa é muito boa porque estou andando em uma equipe super competitiva. Tenho acompanhado o trabalho dos carros na oficina e realmente foi feito um trabalho muito bom. O acabamento final está lindo. Estou muito animado. É uma pista que tenho o costume de andar bem, foi onde venci minha primeira corrida na Stock Car, em 2014. Então a gente tem um retrospecto bem positivo lá”, recordou.
 
“Estou bastante empolgado, me dedicando muito, treinando muito no simulador e me preparando para a primeira etapa e para fazer um bom ano”, finalizou Osman, que mantem o numeral #28 para a temporada.
 
A programação da etapa de abertura do campeonato começa na sexta-feira com um shakedown pela manhã, dois treinos extras, às 10h e 13h, e o primeiro treino livre propriamente dito, a partir de 16h (horário de Brasília). No sábado, acontece o segundo treino livre, marcado para 8h, e a sessão classificatória, a partir de 13h30. Já a corrida, a única do fim de semana da Stock Car, acontece às 11h de domingo, com transmissão ao vivo pelo canal SporTV, como todas as outras corridas do calendário da categoria.
 
Ao todo, a temporada 2019 da Stock Car vai compreender a disputa de 12 etapas, sendo oito em regime de rodadas duplas, além da prova de abertura, a Corrida de Duplas, a Corrida do Milhão e a Superfinal, marcada para dezembro em Interlagos.