Stock Car

Stock Car alega problemas de calendário e cancela Corrida de Duplas para temporada 2019

A tradicional e esperada Corrida de Duplas, que trazia diversos pilotos estrangeiros, experientes e de alto nível para a Stock Car, foi cancelada pela categoria para a temporada 2019. A alegação de organização é um problema de calendário - mas o GRANDE PRÊMIO apurou que razões financeiras também fazem parte da opção de cancelamento

Grande Prêmio / FELIPE NORONHA, de São Paulo
A Stock Car anunciou seu calendário para 2019, oficialmente, no dia 19 de dezembro do ano passado. Porém, seis dias antes, o então diretor-executivo da Vicar, promotora do campeonato, renunciou ao cargo, deixando Carlos Col como novo presidente do conselho que comanda a categoria. 

Pressionada para divulgar as datas programadas para este ano, a organização manteve o que estava previsto e anunciou Tarumã como palco da abertura, para comemoração das 500 corridas em 40 anos da categoria, mas sujeita à confirmação (acabaria trocada pelo Velopark, em etapa vencida por Daniel Serra no começo de abril, já que segue em obras), e também a disputa da Corrida de Duplas para Goiânia, na terceira etapa do ano, no dia 19 de maio.

Em 2019, porém, com a troca oficial da diretoria e dos membros responsáveis pela organização do campeonato, a Stock Car passou a não citar a Corrida de Duplas dentro da programação das 12 etapas do ano. Em redes sociais, por exemplo, a categoria respondia aos fãs que questionavam sobre o evento afirmando que ele seguia uma possibilidade discutida internamente.

Mas, na última segunda-feira, o GRANDE PRÊMIO obteve a confirmação de que ela foi cancelada para a atual temporada.
João Paulo de Oliveira e Daniel Serra venceram a Corrda de Duplas em 2018 (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Se realizada, seria a quinta edição da prova, disputada anteriormente em 2014, 2015, 2016 e, mais recentemente, na abertura da temporada 2018, com vitória de Daniel Serra e seu convidado João Paulo de Oliveira em Interlagos.

A justificativa oficial da Stock Car é um problema de calendário: com a prova prevista para o meio de maio, não haveria como trazer grandes nomes de fora do país para a disputa.

Mas o GP apurou que questões financeiras também influenciaram na decisão tomada. A categoria não vive momento econômico dos mais fortes e, no começo deste mês de abril, anunciou que cancelou os treinos livres de sexta-feira de quatro etapas do ano, incluindo a do Velo Cittá, no próximo final de semana.

Desta forma, a categoria perde uma de suas etapas mais famosas e chamativas: em 2018, por exemplo, pilotos do nível do já citado Oliveira, Felipe Massa, Felipe Nasr, Felipe Giaffone, Augusto Farfus, além de estrangeiros, como Jérôme D'Ambrosio, Oliver Jarvis e Jamie Green participaram.
Corrida de Duplas em Interlagos (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Antes da temporada atual ser iniciada, Rubens Barrichello fez brincadeira com Fernando Alonso, durante entrevista, de que poderia convidá-lo para a prova; após o título de 2018, Serra foi ao Paddock GP e comentou sobre como pilotos estrangeiros pedem convites para a prova em dupla.

Com a oficialização do cancelamento, a etapa de Goiânia marcada para o dia 19 de maio deve ser disputada em rodada dupla - se fosse disputada no sistema em duplas, seria em prova única.



 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.