Alpine lança A521 pintado de azul, vermelho e branco em estreia digna de Hispania

Sem Fernando Alonso, seu principal atrativo para a temporada 2021, a Alpine apresentou nesta terça-feira (2) o A521, um belíssimo carro pintado de azul e com o qual começa sua substituição ao nome Renault e, consequentemente, sua história na Fórmula 1. O evento de lançamento, contudo, foi marcado por seguidos travamentos de tela

A Alpine lançou seu primeiro carro na Fórmula 1 à francesa (Vídeo: GRANDE PRÊMIO)

Situação sanitária ou mistério em razão da recente cirurgia? A resposta verdadeira talvez nunca surja, mas nesta terça-feira (2) a Alpine realizou o lançamento de seu carro para a temporada 2021 da Fórmula 1 sem o bicampeão mundial Fernando Alonso, a sua maior estrela para a nova fase da equipe na Fórmula 1. O belíssimo A521, aquele que o espanhol e o francês Esteban Ocon vão pilotar nas pistas ao redor do mundo a partir do dia 28 de março, foi apresentado em lançamento online realizado nesta tarde.

No início, o lançamento teve como destaque não o esperado novo carro, mas sim os problemas de internet e os seguidos travamentos de tela, um verdadeiro vexame, digno das piores equipes da história, como a Hispania, lanterna do grid no começo da década passada. Depois do discurso de Esteban Ocon, o A521 finalmente foi apresentado. E como esperado, o novo modelo foi revelado tendo o azul como cor predominante em um design muito bonito e que remete às cores da bandeira da França, trazendo também o vermelho e branco na parte traseira do carro.

A apresentação também marcou o recomeço da equipe, ou o ‘rebranding’, caso o leitor goste de estrangeirismos – ou ainda, como a própria equipe definiu quando anunciou a mudança, a “revolução”. O objetivo é “acelerar o desenvolvimento e influência da marca” aproveitando, claro, o maior espaço do esporte a motor no mundo — no Mundial de Endurance o nome já era utilizado, por exemplo.

Eis o novo Alpine A521, o carro de Fernando Alonso e Esteban Ocon para a temporada 2021 da Fórmula 1 (Foto: Alpine)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

WEB STORIES: Tudo sobre os lançamentos dos carros da F1 2021

Em janeiro, a Alpine já havia divulgado fotos com um layout prévio do A521, mas ressaltou que a pintura preta com detalhes em azul e vermelho não seria a definitiva para a temporada da equipe que, em que pese sua origem francesa, é sediada em Enstone, na Inglaterra. Nesta terça, contudo, foi revelado o modelo definitivo, com uma bela mistura de azul, vermelho e branco.

Com tais cores, Fernando Alonso volta à F1 aos 39 anos e após dois anos de ausência. A aposentadoria prometida não veio — nem na categoria, nem fora dela, já que ele se manteve ativo no Mundial de Endurance, conquistou corridas lendárias como as 24 Horas de Le Mans e as 24 Horas de Daytona, correu até o Dakar pela Toyota, mas fracassou na sua tentativa de lograr a terceira coroa e não conseguiu êxito nas 500 Milhas de Indianápolis.

De regresso ao Mundial, Alonso vai ter a duríssima missão de substituir aquele que foi o grande responsável pelo crescimento da Renault nos últimos anos. Daniel Ricciardo aceitou a proposta da McLaren e se mudou para Woking para ocupar o lugar deixado por Carlos Sainz, novo piloto da Ferrari. No ano passado, o australiano conquistou dois pódios e ganhou até aposta com Cyril Abiteboul, que deixou a Renault no começo de 2021.

“Estou extremamente feliz por estar de volta após dois anos longe da Fórmula 1”, destacou o bicampeão em declaração veiculada na esteira do lançamento nesta tarde. “Também estou motivado por entrar neste novo capítulo com a Alpine e, claro, é muito especial voltar à equipe onde conquistei tanto no passado. O espírito é forte nas fábricas de Enstone e Viry-Châtillon, e estamos todos animados com o que vem pela frente”, complementou o piloto de 39 anos.

Ao lado do espanhol, Ocon tenta continuar a evolução mostrada ao final de 2020. Após um começo de temporada em que era o ‘sumido’ do grid, com atuações apagadas, sem brilho, nem vexaminosas, ressurgiu com desempenho próximo ao promissor pré-saída da Racing Point e pegou até pódio, em Sakhir.

Ocon vibrou com a chance de acelerar pela primeira vez na Fórmula 1 um carro com as cores do seu país.

“Estou muito empolgado por representar a Alpine. É ótimo ver as mudanças na equipe e ver novas cores é sempre empolgante. Já tive minha primeira presença como piloto da Alpine no Rali de Monte Carlo, o que foi uma forma brilhante de abrir o ano. Tenho de dizer que ter essas cores no carro, as da bandeira da França, é algo que me deixa muito orgulhoso. É ótimo, animador e creio que vamos ter uma grande temporada”, declarou.

Fora das pistas, a Alpine também tem a chegada de Davide Brivio — com a saída do controverso Abiteboul, que passou longe de conseguir concretizar o sonho da Renault de voltar a brigar pelo título mundial. O ex-chefe da Suzuki vai atuar como diretor de corridas na equipe, após surpreendente saída do time campeão da MotoGP em 2020 com Joan Mir.

Outra novidade revelada pela Alpine é a contratação de Daniil Kvyat, ex-piloto da Toro Rosso, Red Bull e AlphaTauri, como piloto reserva para 2021. O russo se viu sem vaga no grid da Fórmula 1 nesta nova temporada depois de ser novamente dispensado pela equipe de Faenza, que optou pelo jovem Yuki Tsunoda, de 22 anos.

Com 26 anos, 100 GPs no currículo e três pódios, Kvyat vai emprestar sua experiência à Alpine como suplente imediato de Alonso e Ocon, assim como o chinês Guanyu Zhou, oriundo do programa de desenvolvimento da Renault, que segue em Enstone e também vai disputar a Fórmula 2 como piloto da UNI-Virtuosi, sendo companheiro de equipe de Felipe Drugovich.

Detalhe do novo Alpine A521, revelado nesta terça-feira (Foto: Alpine F1 Team)

A escuderia francesa vai levar o novo carro à pista já nesta quarta-feira, quando um dia de filmagem vai ser promovido no circuito de Silverstone, próximo a Enstone. Ocon será o encarregado de completar as primeiras voltas do belo carro azul da Alpine.

Antes do A521, o público já havia visto os carros da McLaren, com o seu laranja MCL35M; a AlphaTauri, com o AT02 carregado no azul; a Alfa Romeo, que já mostrou o C41 na pista, com Robert Kubica; a Red Bull, com evento inexistente e poucas imagens, e o W12 da Mercedes, lançado mais cedo, também nesta terça.

Tais carros aparecem juntos na sessão coletiva de pré-temporada, marcada para Sakhir entre os dias 12 e 14 de março. Duas semanas depois, no fim de semana de 28 de março e na mesma pista, o GP do Bahrein abre a temporada.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube