Diretor de provas defende uso do DRS antes de acidente em Ímola: “Pista estava boa”

Michael Masi, diretor de provas da FIA, rebateu as acusações de George Russell e garantiu que a pista de Ímola estava boa para a utilização do DRS no momento do acidente que gerou a bandeira vermelha na etapa da Emília-Romanha

A pancada entre Russell e Bottas após o piloto da Williams tocar a grama

O acidente entre Valtteri Bottas e George Russel na volta 31 do GP da Emília-Romanha. Enquanto os pilotos trocaram acusações de quem teve culpa pelo toque que gerou o abandono de ambos, outras pessoas decidiram palpitar também. Michael Masi, diretor de provas da FIA, comentou sobre o momento que gerou bandeira vermelha em Ímola, especialmente sobre o DRS, citado por um dos envolvidos na confusão.

A direção de prova liberou o DRS voltas antes do acidente, considerando que a pista já estava seca o suficiente para que fosse utilizado o dispositivo. Russell, após o toque, afirmou que não teria perdido o controle do carro se estivesse como asa traseira móvel fechada. Masi, no entanto, discorda do britânico.

“É obviamente algo que estávamos monitorando de perto. Mas, para ser justo, houve um grande número de ultrapassagens com o DRS que foram completas antes e depois do toque”, afirmou à ESPN.

George Russell e Valtteri Bottas se envolveram em um forte acidente durante a corrida em Ímola (Foto: Reprodução/TV)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Não, euu não acho que foi [liberado cedo demais]. Olhando para as imagens, a pista estava boa na nossa perspectiva e sem problemas no fim”, completou o dirigente.

Depois da prova, os comissários analisaram as imagens do acidente entre Bottas e Russell, mas consideraram um incidente de corrida e nenhum piloto foi punido pela cinematográfica batida em Ímola.

Ross Brawn, diretor-esportivo da Fórmula 1, afirmou em uma coluna no site da categoria que Bottas não deixou espaços para o rival na pista. Já Russell, mais calmo, pediu desculpas pela reação intempestiva e pelas declarações ácidas após o fato.

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube