Russell pede para Mercedes manter “tratamento igual” na F1 2025

George Russell está garantido na Mercedes para a temporada 2025 da Fórmula 1, mas ainda não sabe quem será o companheiro. Em entrevista, o britânico pediu para a equipe não priorizar ninguém, independente do escolhido

A Mercedes tem uma complicada missão para a Fórmula 1 2025: encontrar um substituto para Lewis Hamilton, que vai correr na Ferrari. Ainda sondando o mercado de pilotos, a única garantia da equipe para a próxima temporada é a continuidade de George Russell, que possui contrato até o final do ano que vem.

Enquanto especula nomes como Max Verstappen, Carlos Sainz, Fernando Alonso e Andrea Kimi Antonelli, a Mercedes agita o mercado. Russell, porém, prefere se manter afastado dessa tarefa e só espera que o time mantenha a política de tratamento igualitário entre seus pilotos.

Relacionadas


“Desde a notícia do Lewis [Hamilton na Ferrari], ele tem sido muito profissional com a equipe. O relacionamento das pessoas dentro da Mercedes não mudou nada, o time tem sido ótimo e dado as mesmas oportunidades para nós dois. Sempre foi assim, desde o início”, afirmou Russell ao site Autosport.

“Qualquer atualização no carro chega ao mesmo tempo para nós dois, mas outras equipes privilegiam um piloto em relação a outro. Essa sempre foi a maneira de trabalho na Mercedes. Eles dão as mesmas chances e espero que siga no ano que vem, independente do meu novo companheiro”, acrescentou.

George Russell segue na equipe até o fim de 2025 (Foto: Mercedes)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Toto Wolff, chefe da Mercedes, não esperava que Hamilton fosse deixar a equipe no fim de 2024 e foi pego de surpresa com o anúncio de que o heptacampeão vai se mudar para a Ferrari em 2025. A notícia se tornou pública no início de fevereiro e, desde então, as Flechas de Prata estão em busca de um bom nome para a próxima temporada da Fórmula 1.

Em recente entrevista para a emissora Fox Sports Australia, o chefe da equipe não quis dar mais detalhes, mas colocou Max Verstappen como prioridade à vaga. “Ainda não foi definido. Acho que depende também do que Max faz. Temos um jovem que é muito promissor e não quero colocar mais pressão sobre ele. Mas parece que ele pode ser um dos melhores. Mas também não queremos jogá-lo em um carro de F1 antes da hora, ele só tem 17 anos”, apontou.

Fórmula 1 retorna com a temporada 2024 no próximo final de semana, entre os dias 5 e 7 de abril, com o GP do Japão, em Suzuka.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.