Grosjean fala pela primeira vez após acidente e revela que mudou de opinião sobre halo

Romain Grosjean, apenas com queimaduras nas mãos e nos pés, falou ao público após o acidente no Bahrein. O francês revelou que não gostava do halo, mas mudou de opinião

Romain Grosjean conseguiu escapar de um acidente potencialmente fatal no GP do Bahrein deste domingo (29). O francês bateu de forma assustadora na largada e, apesar de queimaduras nas mãos e nos pés, escapou sem fraturas. Internado em hospital e sob observação, o piloto da Haas falou pela primeira vez para agradecer mensagens de apoio.

Grosjean refletiu também que, não fosse o halo, provavelmente não teria sobrevivido. É uma reviravolta para o francês, que não era o maior fã do aparato após introdução em 2018.

“Só queria dizer que estou ok, mais ou menos ok”, brincou, mostrando bandagens nos dedos queimados. “Obrigado a todos pelas mensagens. Eu não apoiava o halo alguns anos atrás, mas eu acho que é uma grande coisa para a Fórmula 1. Sem ele, não poderia estar falando com vocês hoje. Obrigado a todo o pessoal da pista e do hospital. Espero que eu consiga escrever algumas mensagens para contar como vão as coisas”, seguiu.

Romain Grosjean passou por enorme susto no Bahrein (Foto: AFP)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Grosjean está no Hospital das Forças de Defesa do Bahrein (BDF), para onde foi transferido de helicóptero após o acidente da largada. Havia certa urgência no tratamento, já que havia medo de fratura de pelo menos uma costela. Não foi o caso: exames de raios-X não mostraram anomalias.

Ainda não há previsão de alta, muito menos de quando Grosjean voltará a pilotar um carro. Trata-se de uma corrida contra o relógio, já que a F1 volta à ativa já nesta semana, correndo no anel externo do traçado de Sakhir. Na semana seguinte, sem intervalos, a temporada 2020 se encerra com o GP de Abu Dhabi.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube