Hamilton se isenta de acidente na Inglaterra e vê esforço da Mercedes em GP “muito difícil”

Britânico considerou que Max Verstappen não deixou espaço para ele no momento da disputa no fim da primeira volta em Silverstone. O heptacampeão disse que se empenhou pela vitória para não impedir a festa do público

Leia esta matéria em espanhol no GRAN PREMIO.

Acidente entre Max Verstappen e Lewis Hamilton no GP da Inglaterra (Vídeo: F1)

Lewis Hamilton fez de um tudo no GP da Inglaterra deste domingo (18). Ao longo de uma corrida de 52 voltas, o dono da casa brigou, bateu, foi punido, chamado de negligente, perigoso e imprudente, caiu para quinto após cumprir pena, fez uma bela ultrapassagem, remou e ainda venceu a corrida de Silverstone.

Segundo no grid, o heptacampeão começou a corrida mostrando agressividade, jogando duro com Max Verstappen pela liderança. Depois de alguns toques, o auge da briga aconteceu na Copse, quando a roda dianteira do #44 tocou a traseira do rubro-taurino. O holandês rodou e bateu forte, provocando a interrupção da corrida em bandeira vermelha, já com Charles Leclerc na liderança.

Lewis Hamilton celebrou com a bandeira na mão (Foto: Reprodução)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Depois de 30 minutos de paralisação, o monegasco largou bem e conseguiu manter a dianteira, mas já nas voltas finais, depois de descontar na pista o tempo perdido com a punição, Hamilton foi ao ataque para tomar a ponta na volta 50, justamente na Copse, a curva 9.

Uma vez na frente, Hamilton abriu vantagem para receber a bandeirada para a oitava vitória no circuito de Northamptonshire com 3s871 de margem para o piloto da Ferrari. Pelo rádio, Lewis tratou de já dar uma mensagem motivacional à Mercedes, que ganhou novo fôlego na briga pelo título.

“Ainda tem um longo caminho pela frente. Continuem lutando. Eu acredito em vocês”, disse o piloto de 36 anos.

Logo que deixou o carro, Hamilton comemorou com a torcida e, depois, agradeceu a animação do público que lotou as arquibancadas.

“Foi uma corrida fisicamente muito difícil”, falou Lewis. “Sou muito grato aos fãs, é um sonho fazer isso diante de vocês”, exaltou.

Ainda, o britânico exaltou o trabalho coletivo da Mercedes, citando inclusive a ajuda de Valtteri Bottas, que facilitou a ultrapassagem para que ele pudesse buscar Leclerc na reta final da corrida.

“Foi um esforço incrível da equipe. Dei tudo de mim a semana toda, na fábrica, tentando achar performance”, comentou.

Por fim, Hamilton falou também sobre o acidente com Verstappen na primeira volta e disse que se empenhou para alegrar o público.

“Sempre tento medir como me aproximo, particularmente nas lutas com Max, que é muito agressivo. Aí hoje eu estava completamente do lado dele e ele não me deixou nenhum espaço”, explicou. “Mas, independente de eu concordar ou não com a punição, levo no soco na cara e continuo trabalhando. Eu estava pensando: ‘Não vou deixar nada impedir a curtição da multidão do fim de semana, o hino nacional e a bandeira inglesa’”, completou.

https://open.spotify.com/episode/5Bb6ZFtBiZg3X649m9xl3o?go=1&utm_source=embed_v3&si=8ygW4q0VRfGQNjDJN2Fsug&dl_branch=1&t=0&nd=1

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar