Hamilton revela condição para deixar F1: “Se não tiver aquele sorriso, sei que acabou”

Enquanto ainda resolve o contrato para 2021 com a Mercedes, Lewis Hamilton falou sobre o que é preciso para continuar na Fórmula 1 por mais alguns anos. E deixou claro que quando a paixão pelo esporte acabar, a carreira vai junto

A novela envolvendo a renovação contratual de Lewis Hamilton para 2021 segue na Mercedes. A equipe ainda não divulgou novo acordo com o heptacampeão mundial de Fórmula 1, mas espera resolver o caso até a primeira etapa do campeonato, em março, no Bahrein.

Com 36 anos, Hamilton é o terceiro piloto mais velho do grid da F1, atrás apenas de Fernando Alonso e Kimi Räikkönen. Após 14 temporadas no grid, o britânico afirmou que ainda gosta do que faz, mas que vai encerrar a carreira quando a paixão terminar.

“Para mim, particularmente, todos nós estamos lutando contra alguma coisa. Você tem de descobrir o que te apaixona e o que ama fazer. E eu, pessoalmente, em minha jornada, cheguei a um ponto em que ficou muito sério”, disse à Crowdstrike, patrocinadora da Mercedes.

Hamilton segue negociação renovação do contrato com a Mercedes (Foto: Mercedes)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Nós só temos uma vida. Você tem de gostar do que faz. Você precisa encontrar a felicidade todos os dias no que está fazendo e acho que é muito importante para mim poder viver o momento”, seguiu.

“Sim, é um espaço competitivo em que estou, mas quando entro naquele carro e baixo o visor, a equipe dá a partida no motor e saio da garagem, estou com o maior sorriso. Mesmo hoje, depois de todos esses anos correndo. Se um dia isso não acontecer, se não tiver mais aquele sorriso, sei que acabou e então vou precisar fazer outra coisa”, finalizou Hamilton.

A expectativa é de que Hamilton e Mercedes fechem novo acordo ainda nesta semana, segundo o comentarista e ex-dirigente Eddie Jordan. No dia 18 de janeiro, o atual campeão da F1 reapareceu nas redes sociais e declarou que existem “muitas peças se mexendo” nos bastidores. Já Toto Wolff, chefe da equipe, disse que as negociações seguem firmes.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:
YouTube | Facebook | Twitter Instagram | Pinterest | Twitch | DailyMotion

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube