Verstappen vence na Itália e bate recorde de Vettel de vitórias consecutivas na Fórmula 1

Max Verstappen venceu o GP da Itália, o décimo consecutivo desde o triunfo em Miami. O holandês agora é o líder isolado do ranking de vitórias seguidas na história da F1, superando as nove de Sebastian Vettel

Carlos Sainz lutou até onde deu para evitar a vitória de Max Verstappen no GP da Itália deste domingo (3), mas não teve jeito: o holandês aproveitou uma bobeada do espanhol na volta 15 e assumiu a liderança para de lá não sair mais. Com o triunfo em Monza, o #1 da Red Bull tornou-se o piloto com o maior número de vitórias consecutivas na história da categoria.

Verstappen venceu pela décima vez seguida, sequência que começou no GP de Miami deste ano. Na Holanda, diante da própria torcida, Max igualou o feito de Sebastian Vettel, que venceu nove GPs consecutivos na temporada 2013 — coincidentemente, também com os taurinos.

Relacionadas


▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Max Verstappen levou 15 voltas para assumir a liderança do GP da Itália (Foto: Red Bull Content Pool)

Naquele ano, da Bélgica em diante, apenas ‘Seb’ subiu ao degrau mais alto do pódio. A marca foi interrompida por Nico Rosberg, que venceu a primeira corrida da temporada 2014, na Austrália.

Alberto AscariMichael Schumacher e Rosberg aparecem em seguida, empatados com sete. O heptacampeão que brilhou nos anos 2000 com a Ferrari tem ainda mais uma sequência entre Itália 2000 e Malásia 2001: seis GPs.

No caso de Ascari, que estabeleceu a marca entre os GPs da Bélgica de 1952 e 1953, há uma observação: oficialmente, a F1 contava com as 500 Milhas de Indianápolis no calendário naqueles primeiros anos de história, mas os pilotos da F1 não corriam a prova dos Estados Unidos. Por isso, o número de Ascari, oficialmente, é de sete, mas o italiano ainda venceria duas corridas após a Indy 500.

Do grid atual, Lewis Hamilton alcançou até o momento cinco triunfos consecutivos ao longo das 103 vitórias na carreira. A marca foi registrada em duas oportunidades: em 2014, entre Itália e Estados Unidos, e em 2020, entre o GP de Eifel e o GP do Bahrein. Já Fernando Alonso cruzou a linha de chegada em primeiro quatro vezes seguidas: em 2006, entre Espanha e Canadá.

A Fórmula 1 retorna em duas semanas, no fim de semana dos dias 15, 16 e 17 de setembro, com o GP de Singapura, 15ª etapa da temporada 2023.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.