McLaren vê inconsistência em punições e cobra FIA: “Precisa explicar o que vale ou não”

Chefe da McLaren, Andreas Seidl foi mais um que cobrou a FIA por inconsistência nas decisões em disputas de pista. O dirigente lembrou que Lando Norris foi punido por forçar Sergio Pérez para fora na Áustria e ficou sem entender o motivo de Max Verstappen ter passado ileso ao fazer parecido com Lewis Hamilton em São Paulo, mesmo com a Mercedes pedindo revisão da investigação

Andreas Seidl e a McLaren também entraram na conversa sobre a não-punição aplicada a Max Verstappen no GP de São Paulo pelo incidente com Lewis Hamilton e cobraram a FIA. Nesta sexta-feira (19), o dirigente lembrou que Lando Norris foi punido na Áustria em um lance que, na visão do time laranja, foi menos claro que o do holandês na volta 48 da prova em Interlagos.

Seidl explicou que Norris foi punido – na hora – em um lance que considera menos acintoso que o de Max em cima de Lewis. Para Seidl, está claro: Michael Masi vai precisar explicar bem aos pilotos no briefing como as decisões estão sendo tomadas pelos comissários.

“A gente compara com o caso do Lando e, definitivamente, temos perguntas a serem respondidas. Lando foi punido na Áustria por algo que, para a gente, era bem discutível. Dá para entender que Lando tinha preferência na Áustria. O que foi bem diferente do que vimos no Brasil. Por isso queremos saber o que vai ser dito no briefing do Michael Masi com os pilotos”, disse.

ANDREAS SEIDL; MCLAREN; F1;
Andreas Seidl quer que a FIA seja mais clara nas punições dadas (Foto: McLaren)

O alemão cobrou uma resposta da FIA em relação aos limites impostos nas disputas. Para Seidl, ainda não está claro o que vale ou não dentro da pista.

“Acho que os pilotos vão adotar novas posturas depois disso, por isso é tão importante esclarecer o que vale ou não. Definitivamente, hoje se deixa mais os pilotos correrem do que alguns anos atrás, mas é difícil entender inconsistências, como Lando punido na Áustria e isso que vimos semana passada. Precisam explicar aos pilotos o que se pode ou não fazer, deixar isso claro”, completou.

A McLaren segue brigando pelo terceiro lugar no Mundial de Construtores com a Ferrari. Os italianos têm 287,5 pontos, 31,5 a mais que os britânicos.

LEIA TAMBÉM
+OPINIÃO GP: Hamilton traduz amor ao Brasil com recital em Interlagos que traz alma à F1
+FIA decidiu sobre incidente de Hamilton e Verstappen sem câmera frontal da Red Bull

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar