Rosberg se vê sem vitória já na largada e começa a entregar os pontos na luta pelo título contra Hamilton

Nico Rosberg, segundo colocado no GP do Japão, viu Lewis Hamilton vencer e abrir ainda mais na liderança do campeonato. O lance decisivo para a corrida? A largada: na pole, Rosberg não conseguiu segurar o colega e, depois disso, teve de brigar para salvar a oitava dobradinha da Mercedes no ano

Não chega a ser estranho ver Nico Rosberg se complicando em uma corrida após fazer uma largada ruim. Neste domingo (27), em Suzuka, em grande parte o resultado do alemão foi decidido nos primeiros metros: o pole-position ficou por fora ao dividir a curva 1 com Lewis Hamilton, caiu para quarto e teve de lutar para se recuperar. Deste modo, terminou somente em segundo, 18s atrás do britânico.

No pódio, após a entrega dos troféus, Rosberg falou sobre o lance que acabou praticamente definindo a prova.

Nico Rosberg brilhou no sábado em Suzuka, mas errou na largada e foi superado por Lewis Hamilton (Foto: AP)

 “Lewis largou melhor e fomos bem até a curva 1, mas na curva 2 cometi um erro. Depois consegui me recuperar para chegar em segundo. Não tinha como vencer, mas, depois disso, o segundo lugar é o melhor que tem", afirmou o germânico.

Com o resultado, Rosberg, que chegou a Suzuka 41 pontos atrás de Hamilton, agora está 48 tentos atrás do colega de Mercedes.

 
"Está indo na direção errada, definitivamente. Tenho que tentar ganhar na próxima vez. Eu deveria ter vencido essa corrida”, continuou.

Restam cinco etapas na temporada 2015 da F1. A próxima é na Rússia daqui a duas semanas, no Autódromo de Sochi.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube