Bottas lamenta demora em troca para pneus slicks e 7º no grid na Rússia: “Não é o ideal”

Valtteri Bottas demorou muito para colocar os pneus slicks no fim do Q3 e foi superado por vários carros na classificação para o GP da Rússia. Mesmo assim, mantém a fé na capacidade do carro da Mercedes

Valtteri Bottas andou sempre nas primeiras posições nos treinos da Fórmula 1 em Sóchi. Depois de liderar as duas sessões de treinos livres, estava bem na classificação, mas aí a pista secou e mudou o destino do piloto da Mercedes. Agora, vai largar em sétimo lugar no GP da Rússia.

Após a classificação, Bottas tentou entender direito o que aconteceu ao longo da sessão e lamentou não conseguir mais voltas com os pneus slicks nos instantes finais do Q3. Apesar disso, não jogou a toalha para a corrida deste domingo (26).

“Estava tudo indo bem no Q1 e no Q2, com força nessas condições [de chuva]. No fim, quando começou a secar, entramos [nos boxes] esperançosos de que teríamos duas voltas, mas foi só uma e os outros conseguiram duas”, afirmou.

Bottas sai dos boxes para a classificação em Sóchi (Foto: Mercedes)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

“Não é o ideal, mas não está tudo acabado. Temos um bom carro e um grande ritmo durante todo o fim de semana. Pelo menos, dessa vez não estou largando no fim do grid, como em Monza”, completou o finlandês.

O GP da Rússia tem largada prevista para 9h (horário de Brasília, GMT-3) deste domingo. A previsão da meteorologia é para um dia de sol e calor em Sóchi. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo sempre AO VIVO e em TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar