90: Vitória no caos em Mugello e protesto no pódio: o GP da Toscana de 2020

Na corrida que representou marca histórica para a Ferrari, Lewis Hamilton fez a festa e comemorou sua vitória 90 na Fórmula 1. O inglês ainda foi além e, no pódio, protestou contra o assassinato da agente médica Breonna Taylor

A corrida especial em Mugello marcava também a milésima prova da Ferrari na Fórmula 1, mas a equipe vermelha foi somente um bibelô em meio a muita confusão de pista e a uma Mercedes dominante. Enquanto Valtteri Bottas passava Lewis Hamilton na largada, uma batida generalizada tirava Pierre Gasly e Max Verstappen da prova. Na tentativa de relargada parada, outra grande batida e mais quatro abandonos.

Assim que correr foi possível novamente, Hamilton varreu Bottas, assumiu a dianteira e, corrida vai, corrida vem, duas bandeiras vermelhas e três largadas, Lewis nunca foi realmente ameaçado. Venceu mais uma e chegou ao match-point do recorde.

Do Canadá/2007 a Eifel/2020: como Hamilton alcançou Schumacher em número de vitórias

Lewis Hamilton usou camisa pedindo a prisão dos policiais que mataram a jovem negra Breonna Taylor (Foto: AFP)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

A comemoração foi com toques de Hamilton em Mugello. No pódio, uma camisa que pedia justiça a Breonna Taylor, agente médica assassinada pela polícia nos Estados Unidos seis meses antes.

O domínio na pista e a consciência exata de quem se tornou e o efeito que pode ter no mundo a seu redor nos protagonistas da figura história cultivada perante aos olhos do mundo nos quase 14 anos desde que chegou à Fórmula 1.

As vitórias de Lewis Hamilton na Fórmula 1 em imagens

Lewis Hamilton, Mercedes, Fórmula 1

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube