Álex Márquez lamenta rebaixamento antes de correr, mas entende “situação delicada”

Sem nem estrear em 2020, Álex Márquez já sabe que em 2021 muda de equipe dentro da Honda. Por mais que em um primeiro momento ele tenha se mostrado tranquilo com a situação, o discurso já mudou um pouco

Rebaixado da Honda para a LCR antes mesmo de ter a oportunidade de disputar uma prova na classe rainha, Álex Márquez reagiu à situação de forma tranquila no momento do anúncio – mas o tempo passa, e os sentimentos começam a mudar.

Com a renovação de contrato com a Honda até 2022, mas para correr a partir da temporada que vem na LCR, o irmão do oito vezes campeão do mundo Marc Márquez percebeu que talvez não tenha sido a coisa mais justa ter sido rebaixado antes de ter a chance de mostrar o que pode fazer com a  RC213V.

“Estava em casa, como todo mundo, e a situação ficou difícil, já que a Honda não teve a chance de me ver correr uma prova sequer. É uma situação difícil, já que não tive a chance de mostrar meu potencial ou mostrar o que posso fazer na MotoGP, mas ao menos posso dizer que meu objetivo de assinar um contrato de dois anos foi cumprido”, comentou o #73 ao site ‘Crash.net’.

“E o mercado de pilotos está muito estranho, já que muitos assinaram muito cedo e ao final de tudo a situação para a Honda nunca foi fácil, porque é uma equipe vitoriosa e todas as decisões são delicadas”, seguiu.

MotoGP 2020 Catar Losail Teste Honda Álex Márquez
Álex Márquez via ficar uma ano na Honda, depois parte para a LCR (Foto: Honda)

De qualquer forma, ele entende que “não poderia pedir por mais”: “Todo mundo vai falar um monte, mas é isso. A LCR é uma equipe profissional e estou sempre aberto ao que a Honda disser”, finalizou.

A MotoGP volta no próximo final de semana, após a paralisação devido a pandemia do novo coronavírus. A abertura de 2020 acontece em Jerez de la Frontera, com o GP da Espanha.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube