Dovizioso comunica à Ducati decisão de não renovar contrato para 2021

Equipe de Borgo Panigale queria esperar até o GP da Estíria para definir quem será o companheiro de Jack Miller. Agente do italiano garantiu que ele seguirá na MotoGP

O casamento de Andrea Dovizioso e a Ducati tem data para acabar. Agente do piloto, Simone Battistella anunciou neste sábado (15) que comunicou à fábrica de Bolonha que o vice-campeão dos últimos três anos “não tem intenção de continuar” na equipe.

Dovizioso vinha negociando com a Ducati nos últimos meses, mas sem conseguir um acordo. A fábrica italiana tinha decidido esperar até depois do GP da Estíria, marcado para a próxima semana, mas Andrea se antecipou e avisou do desejo de separação.

Andrea Dovizioso foi o líder da Ducati nos últimos anos (Foto: Ducati)

“Comunicamos à Ducati que Andrea não tem intenção de continuar nos próximos anos. Ele agora quer se concentrar nas próximas corridas, mas não há condições para continuar juntos”, disse Battistella à emissora Sky Italia. “Ele não vai deixar a MotoGP, mesmo que não tenha nenhuma negociação em curso com outra equipe. Foi uma reflexão feita ao longo do último período. Andrea se sente muito mais sereno agora que tomou essa decisão”, completou.

Pouco após a declaração de Battistella à imprensa, Paolo Ciabatti, diretor-esportivo da Ducati, confirmou o fim da relação.

“Encontramos com Simone esta manhã aqui no Red Bull Ring e percebemos que, infelizmente, não existem condições para continuarmos nosso relacionamento com Dovi além do fim do contrato atual”, confirmou Ciabatti. “Ducati e Andrea agora vão se concentrar totalmente no restante da temporada 2020, começando pelo GP da Áustria de amanhã, com a meta comum de ampliar as atuais 13 vitórias que já conquistamos juntos e lutarmos pelo título até o fim do campeonato”, completou.

Ainda na sexta-feira, em entrevista ao serviço de streaming espanhol DAZN, Davide Tardozzi, diretor da Ducati, reforçou que a meta era primeiro concluir a passagem pelo Red Bull Ring. “Após as duas corridas na Áustria, vamos tomar uma decisão sobre Dovizioso”, disse.

Essa declaração, aliás, foi exibida nas redes sociais da MotoGP durante um esvaziado segundo treino livre, o que gerou uma imagem curiosa: sentado nos boxes, Andrea viu as imagens e não conteve o riso.

Depois de fechar o primeiro dia de treinos no Red Bull Ring com o segundo melhor tempo, Dovizioso foi questionado sobre as declarações de Tardozzi e respondeu: “Não vou comentar, também por que não é novidade. Nós já sabíamos disso. A decisão não é minha. Você tem de seguir o que eles decidirem, então não tem problema”.

Contratado em 2013 para substituir Valentino Rossi, Dovizioso deu à Ducati seis poles, 13 vitórias e 39 pódios. Nos últimos três anos, foi vice-campeão de Marc Márquez, levando a briga pelo título até a última corrida pela derradeira vez em 2017.

Aos poucos, porém, a relação foi criando rachaduras. Em um documentário recente produzido pela Red Bull, é claro o descontentamento da Ducati com a postura de Andrea. Apesar de ele ser reconhecido pela racionalidade, os italianos esperavam uma abordagem mais passional do piloto e chegaram a questionar decisões de Dovizioso durante as corridas.

Apesar de Battistella apontar para a permanência na MotoGP, não restam muitas vagas em aberto no grid. Exceto a Ducati, a única fábrica que ainda tem uma vaga indefinida é a Aprilia, mas a casa de Noale decidiu esperar o julgamento de Andrea Iannone por doping para definir quem será o companheiro de Aleix Espargaró.

Essa vaga, aliás, é também alvo do interesse de Cal Crutchlow, que perdeu o lugar na LCR para Álex Márquez. O irmão de Marc será rebaixado para o time satélite, com Pol Espargaró assumindo a vaga na Honda.

No caso da Ducati, a imprensa italiana especula Jorge Lorenzo e Francesco Bagnaia como opções. O espanhol se aposentou no ano passado depois de uma temporada bastante ruim com a Honda e hoje atua como piloto de testes da Yamaha. O italiano, por sua vez, está afastado da MotoGP após fraturar a perna direita em Brno, mas se destacou nas primeiras corridas do ano.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO? Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.
Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.
Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube