Ducati exibe motos de Bagnaia e Bastianini sem grandes novidades para MotoGP 2024

A Ducati foi a segunda equipe a apresentar moto para a temporada 2024 da MotoGP, com os pilotos Francesco Bagnaia e Enea Bastianini. No evento, ainda exibiu o modelo que vai disputar o Mundial de Superbike

A Ducati apresentou sua moto para a temporada 2024 da MotoGP. Depois da Gresini, no último sábado (20), a montadora italiana exibiu o modelo Desmosedici GP24 durante um evento em Madonna di Campiglio, na Itália. Os pilotos Francesco Bagnaia e Enea Bastianini também estiveram presentes, assim como os principais dirigentes da marca.

A pintura da Desmosedici GP24 se manteve a mesma, com foco na tradicional cor vermelha. Na parte aerodinâmica, a equipe seguiu com diferentes asas na dianteira e na traseira, também sem grandes novidades em relação ao equipamento que terminou a temporada passada. Durante o lançamento, o chefe Gigi Dall’Igna afirmou que o foco foi no motor “porque é a parte da moto que não podemos modificar durante todo o ano”.

A Ducati chega em 2024 como grande força do grid e equipe a ser batida. Nos últimos dois anos, a equipe da fábrica de Bolonha venceu o campeonato com Pecco Bagnaia e foi vice-campeã do Mundial de Equipes após os títulos conquistados em 2021 e 2022 também. Além disso, é a atual tetracampeã consecutiva do Mundial de Construtores.

Para a nova temporada, a equipe manteve a dupla de pilotos com Bagnaia e Bastianini, apesar dos rumores de uma possível mudança e a chegada de Jorge Martín, vice do campeonato passado. Os italianos seguem para o segundo ano juntos.

O detalhe da moto do atual bicampeão Pecco Bagnaia (Foto: Ducati)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

O evento ainda marcou a apresentação da moto Panigale V4R, que será utilizada pela montadora na temporada 2024 do Mundial de Superbike (WSBK). A marca italiana venceu os últimos dois campeonatos com Álvaro Bautista, que entra como grande favorito ao título neste ano.

Depois da Ducati, a VR46 será a próxima a apresentar moto, com Marco Bezzecchi Fabio Di Giannantonio em um centro de convenções em Riccione, às 11h (de Brasília) de quarta-feira (24). A novata Trackhouse vem na sequência. O time de Justin Marks, que vai contar com Miguel Oliveira Raúl Fernández, mostra as RS-GP satélites em 26 de janeiro.

MotoGP volta a acelerar entre 6 e 8 de fevereiro de 2024, com os testes de pré-temporada na Malásia, no circuito de Sepang. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade durante todo o ano.

LEIA TAMBÉM
📌 Pequena Gresini se posiciona entre gigantes, mas com missão árdua na MotoGP 2024
📌 Marini assume batata quente, mas acerta em se descolar do irmão e encarar Honda
📌 Bastianini assume responsabilidades, mas sabe: é tudo ou nada na MotoGP 2024
📌 Acosta chega como novo Marc Márquez na MotoGP: é justo com ele?

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.