Mir elogia chassi da Suzuki para 2022 após testes: “Pode ser útil nas últimas corridas”

Joan Mir gostou do desempenho da Suzuki nos testes em Misano e espera utilizar o chassi da próxima temporada nas últimas corridas de 2021, mesmo com a briga do título ainda em andamento

Depois da etapa de San Marino, a MotoGP seguiu em Misano para dois dias de testes, os últimos durante a temporada 2021. Por isso, algumas equipes já entraram na pista com novidades que só seriam vistas no próximo ano. Uma delas foi a Suzuki e fez Joan Mir sair bem satisfeito.

Atual campeão da classe rainha do Mundial, Mir terminou os testes em Misano com 1min31s707, na terceira posição. O espanhol ficou apenas 0s123 atrás de Aleix Espargaró, o mais veloz das atividades.

“Estou feliz por testamos o motor de 2022 ontem e depois o novo chassi, que pode ser útil nas últimas corridas desta temporada, já que estou com um sentimento positivo sobre eles”, disse Mir.


▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Joan Mir ainda possui chances matemáticas de título em 2021 (Foto: Suzuki)

VEJA TAMBÉM
Como fica o grid da MotoGP para a temporada 2022?
Marc Márquez atende chamado de mãe e surpreende fã mirim em Misano
Bagnaia corta 5 pontos da vantagem de Quartararo na MotoGP. Veja classificação
Bagnaia vai da explosão à sobrevivência e gabarita de novo na pós-graduação da MotoGP
Quartararo mantém alto nível e se permite queimar gordura na reta final da MotoGP 2021
Bastianini brilha em Misano e mostra que Ducati tem mais um diamante nas mãos na MotoGP

“O chassi está no caminho certo, parece melhor nas freadas, mas ainda possui algumas coisas negativas. Normalmente, quando você ganha algo assim, perde um pouco de agilidade. Logo, vamos ter que trabalhar na moto, no equilíbrio e tudo mais. Mas se conseguirmos frear melhor a moto, também podemos acelerar melhorar”, seguiu.

Nos treinos, andou com o chassi da Suzuki para 2022 e não descarta estreá-lo ainda neste ano. O motor, porém, não é possível por conta do regulamento da classe rainha do Mundial não permitir alterações na peça até o próximo campeonato.

“Claro, não podemos usar o motor de 2022 ainda, mas o chassi é algo que talvez pode ser usado nas próximas corridas. Depois da primeira manhã com eles, sinto que estamos no caminho certo para termos força”, pontuou o piloto da marca japonesa. Terceiro colocado, Mir já jogou a toalha e desistiu de brigar pelo título, mesmo que ainda tenha chances matemáticas.

MotoGP volta às pistas no próximo dia 3 de outubro para o GP das Américas, em Austin, no Texas. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2021.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar