“Melhorando” após cirurgia, Márquez garante que vai ao teste da Malásia, mas admite: “Não estarei 100%”

Ainda em recuperação após a cirurgia no ombro esquerdo, Marc Márquez voltou a assegurar que estará no teste coletivo da Malásia, mas admitiu que não estará 100%. O #93 contou que faz duas sessões de fisioterapia por dia para acelerar sua recuperação

RETROSPECTIVA 2018
↪ 
Rivais falham por razões diversas, e Márquez gruda no pódio para chegar ao penta

Marc Márquez segue correndo contra o tempo para se recuperar fisicamente para os testes coletivos da pré-temporada 2019 da MotoGP. Mas, apesar de seus esforços, o #93 já admite que não estará 100% para a bateria de testes da Malásia, em fevereiro. 

 
Em clima de fim de ano, Márquez fez uma ‘live’ no Instagram e contou que está melhorando, mas ainda tem dores e pouca força.
Marc Márquez garantiu que estará na Malásia para o teste da pré-temporada (Foto: Divulgação/MotoGP)
Tal qual estava previsto, Márquez foi operado pelo Dr. Xavier Mir no último dia 4 para solucionar a lesão no ombro esquerdo que vinha causando incômodo. Depois de alguns dias de internação, o pentacampeão da MotoGP voltou para casa em Cervera e agora já se dedica a duas sessões diárias de fisioterapia.
 
“Eu estou melhorando”, contou Márquez. “Posso mover o ombro um pouco. Dói, mas estou chegando lá pouco a pouco”, continuou. 
 
“Estou fazendo duas sessões de fisioterapia por dia para tentar chegar na Malásia, mas eu tenho pouca força e ainda sofro”, frisou. Não estarei 100%, mas é importante estar lá para conhecer a moto e me preparar para a corrida de 2019”, concluiu.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar