Pol Espargaró mira prolongar carreira por mais 5 anos: “Sinto-me como uma criança”

Aos 30 anos, catalão manifestou desejo de seguir na MotoGP por pelo menos mais cinco anos, já que entende que vive o melhor momento da carreira. No último ano do contrato com a Honda, irmão de Aleix mostrou calma ao falar a renovação

EUROPA X JAPÃO NA MOTOGP: CHEGOU A HORA DA REAÇÃO DAS GIGANTES YAMAHA, HONDA E SUZUKI?

Pol Espargaró afirmou que quer seguir na MotoGP por, pelo menos, mais cinco anos. O piloto de 30 anos avaliou que está no melhor momento profissional e mostrou tranquilidade na hora de falar sobre a renovação de contrato com a Honda, já que o acordo atual vence em 2022.

Companheiro de Marc Márquez, Pol destacou que sente bem fisicamente, mas reconheceu que já nota o impacto do acúmulo das lesões no corpo.

Pol Espargaró quer prolongar a carreira por mais alguns anos (Foto: Divulgação/MotoGP)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

“Me sinto como uma criança, me sinto perfeito, no melhor momento da minha carreira esportiva, mas agora é mais difícil me recuperar das lesões do que era quando eu tinha 18-20 anos. E o esporte está se tornando muito exigente fisicamente, por causa das lesões que já acumulei”, disse Pol em entrevista ao serviço de streaming espanhol DAZN.

O caçula dos Espargaró descartou comparações, mas disse que gostaria de seguir os passos de Valentino Rossi e prolongar a carreira esportiva. O lendário italiano se aposentou no ano passado, aos 42 anos.

“Vemos atletas, como, por exemplo, no futebol, que estão estendendo a carreira esportiva, ou Valentino, que ainda era competitivo aos 40 anos. Valentino é único, não quero me comparar com ele, mas gostaria de estender minha carreira esportiva por mais cinco anos em alto nível”, indicou Pol, que vai fazer 31 anos em 2022.

Para colocar o plano em prática, porém, Pol precisa negociar um novo contrato, já que o vínculo atual com a Honda chega ao fim neste ano.

“Estou no Mundial há 15 anos e já estive nesta situação muitas vezes. Na MotoGP, isso acontece a cada dois anos nas equipes oficiais, mas na Moto3 e na Moto2, a cada ano você precisa renovar. É uma situação pela qual eu passei muitas vezes”, recordou. “Felizmente, cheguei em um ponto da minha carreira em que posso me orgulhar do que alcancei e estou feliz e calmo. Isso não significa que não estou nervoso em relação a renovação, mas estou em outro momento e tento, como ‘El Cholo’, que encara um jogo por vez e vê o que vem a seguir”, encerrou, se referindo a filosofia de Diego Simeone, técnico do clube espanhol de futebol Atlético de Madrid.

MotoGP volta às pistas no próximo dia 23 de abril, para o GP de Portugal, em Portimão. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da quinta etapa do Mundial de Motovelocidade 2022.

LEIA MAIS
MotoGP abre temporada com 4 vitórias de fábricas europeias pela 1ª vez em 50 anos
Márquez entretém com reação nos EUA e mostra que é presente na MotoGP
Yamaha busca melhorar moto para equilibrar relação com Quartararo
Aleix Espargaró merece reconhecimento por levar Aprilia ao topo da MotoGP
MotoGP desembarca na Europa e inicia nova etapa na temporada 2022

DIOGO MOREIRA CHEGA BEM PREPARADO NA MOTO3 E SE DESTACA LOGO DE CARA
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar