Confira declarações dos pilotos após classificação do GP de Sakhir 2020 de F1

Valtteri Bottas é quem larga da pole-position, sua quinta na temporada 2020. George Russell, apenas 0s026 atrás, sai em segundo, com Max Verstappen completando o top-3

Valtteri Bottas é quem larga na pole-position do GP de Sakhir da Fórmula 1. Neste sábado (5), o finlandês tratou de anotar 53s337 no Bahrein para garantir a quinta posição de honra do grid da temporada 2020.

Fazendo sua estreia pela Mercedes, George Russell sai da segunda colocação ao perder o primeiro posto por apenas 0s026. Max Verstappen, Charles Leclerc, Sergio Pérez e Daniil Kvyat completam as três primeiras filas do grid.

Abaixo, o GRANDE PRÊMIO reúne todas as declarações dos competidores após a tomada de tempos em Sakhir, assim como suas previsões para a corrida do domingo.

Valtteri Bottas garantiu a pole-position na classificação do GP de Sakhir (Foto: Mercedes)

Valtteri Bottas, primeiro: Pole por 0s026, Bottas diz que “não fez melhor classificação” no “Mickey Mouse” de Sakhir

George Russel, segundo: 2º, Russell revela dificuldade de adaptação na Mercedes em Sakhir: “Me senti um alien”

Max Verstappen, terceiro: Verstappen destaca 3º no grid e espera “largada interessante” no GP de Sakhir

Charles Leclerc, quarto: 4º, Leclerc agradece Gasly por ‘dica’, mas já sabe que corrida “vai ser difícil”

Sergio Pérez, quinto: 5º no grid em Sakhir, Pérez lamenta por ter motor antigo: “Estamos sofrendo um pouco”

Daniil Kvyat, sexto: “Eu estou muito feliz porque o dia foi ótimo. Diria que foi minha melhor classificação no ano. Foi um pouco desafiador com tráfego desde o começo. Encaixei bem a volta do Q3, foi tudo limpo e estou orgulhoso de como pilotei hoje. O resultado disso é largar de uma posição competitiva amanhã. Nosso fim de semana inteiro foi forte. A sexta-feira foi muito boa e voltamos para isso [acerto] porque não fiquei muito feliz com o acerto do TL3. Vai ser importante ter uma corrida sólida porque tráfego e pneus vão ser aspectos interessantes. Vamos fazer nosso melhor para lidar com isso”.

Daniel Ricciardo, sétimo: “Estou um pouco frustrado com o resultado porque definitivamente senti que o carro poderia ficar dentro do top-5. Tivemos um bom fim de treino esta tarde e então veio a classificação e passamos com os dois carros para o Q2. Mas minha volta no Q2 não foi ótima, pois acertei a zebra na última curva e minhas duas voltas no Q3 também não foram boas. Vamos dar um olhada nesta noite e ver o que aconteceu. Apesar das frustrações, acredito que conseguimos ultrapassar amanhã e conseguir bons pontos para ambos os carros”.

Carlos Sainz, oitavo: “Sei que houve uma volta no Q2 que foi muito, muito rápida, mas foi graças ao vácuo e o desempenho quando está sob efeito dele. Quando dei uma volta sem o vácuo, conseguimos virar 54s, que é o máximo de nosso carro hoje. Ficamos com uma oitava colocação e dois jogos de pneus novos para amanhã. Esse tem sido um final de semana desafiador para o time”.

Pierre Gasly ficou com o nono posto na classificação em Sakhir (Foto: Red Bull Content Pool)


Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Pierre Gasly, nono: “Foi uma classificação difícil para nós hoje. O assoalho ficou danificado no Q1 e depois disso foi uma sessão bagunçada. A gente chegou no Q3 por pouco, mas foi muito difícil porque eu estava saindo de frente o tempo inteiro. Depois do que mostramos no TL3, é um pouco decepcionante ser só nono. Mostramos ritmo forte no fim de semana inteiro, mas não acho que dava para fazer muito mais do que isso com o carro danificado. Como um todo, acho que temos um bom conjunto. Estou um pouco preocupado com a possibilidade de quebrar outras partes do carro, já que essa pista é bem agressiva. De resto, estou confiante de que podemos fazer uma corrida boa”.

Lance Stroll, décimo: “Estou um pouco frustrado com a classificação de hoje. Danifiquei o assoalho de meu carro ao acertar a zebra na curva 8. Felizmente já havia feito tempo suficiente para avançar ao Q3, mas, infelizmente, isso me privou de uma chance de melhorar no top-10″.

Esteban Ocon, 11º: “Foi uma classificação bastante apertada e estou um pouco decepcionado com o resultado pelo desempenho que temos durante todo o final de semana. O carro estava bom ontem, mas tem alguns momentos com pouco desempenho, temos algumas coisas a entender. O positivo é que temos uma escolha livre de pneus para amanhã e, na corrida, onde a estratégia vai ser difícil, pode ser interessante. Não é sobre onde larga, mas onde termina, então, vamos dar nosso melhor amanhã. Vai ser uma corrida longa como na última semana, temos esperança de um bom resultado”.

Alexander Albon, 12º: “Honestamente, fiquei feliz com minha volta. Não peguei vácuo e o segundo giro foi uma bagunça na última curva, meus pneus estavam rios, mas me senti muito diferente do terceiro treino. Tentamos poupar pneus, mas o carro estava bastante diferente nos médios. Se você viu a corrida da F2, há muitos lugares para ultrapassar e pode haver uma fila de DRS, mas estamos com menos downforce, então, precisamos prestar mais atenção nos pneus”.

Sebastian Vettel, 13º: Vettel lamenta falta de vácuo na classificação em Sakhir: “Estamos muito atrás”

Antonio Giovinazzi, 14º: “Estava confiante de que poderia brigar por uma posição no Q2 após a última semana. Sabíamos que não seria fácil com uma pista escorregadia e o tráfego, mas, no final, conseguimos ficar entre os 15 e colocar uma boa volta no Q2. Devo agradecer a equipe, estamos no lugar certo na hora certa, foi uma boa classificação. Agora, o foco é amanhã, a corrida vai ser bagunçada, ultrapassar vai ser difícil e as bandeiras azuis vão desacelerar muitas pessoas, precisamos usar bem nossa estratégia. Podemos brigar por um bom resultado”.

Tetracampeão mundial, Vettel vai largar em 13º (Foto: Ferrari)

Lando Norris, 15º: “Claro que havia ritmo. Q1 foi bom e mostramos que tínhamos um bom ritmo, mas a volta no Q2 foi ok e com pneu usado. Na segunda volta, saí muito cedo por alguma razão e me segurei para evitar o tráfego e os pneus estavam muito frios. O carro estava bom, mas não fiz um bom trabalho. Provavelmente vai ser uma corrida com muito caos que provavelmente podemos tirar vantagem e deve haver algumas colisões. Não acho que seja uma pista de fácil ultrapassagem”.

Kevin Magnussen, 16º: “Ficamos próximos de ir ao Q2, acho que ficamos atrás de uma Red Bull – foi a primeira vez no ano que classificamos logo atrás de um desses carros. Claro, eles avançaram, mas demos nosso melhor e uma 16ª colocação é o melhor que estivemos em muitas corridas. Vamos ver o que conseguimos fazer amanhã, há chances de ser uma corrida doida e com muitas bandeiras azuis. Se for fácil ultrapassar, muitas coisas podem acontecer. Vamos estar prontos como sempre. Vai ser importante ficar fora de problema e não ser punido”.

Nicholas Latifi, 17º: “Fiquei bastante satisfeito com meu último esforço para conseguir uma boa volta. Disse para mim mesmo que não deixaria nenhuma margem e que iria atrás, mas cometi um erro na última curva. Fizemos algumas mudanças no carro desde ontem para tentar melhorar outras áreas e não consegui o ritmo nessa última curva. Estou decepcionado que não consegui uma volta boa. A corrida vai ser desconhecida já que ninguém sabe realmente o que esperar. Espero que os carros não se separem muito e que possamos ser competitivos. Espero que tenhamos uma boa largada, consigamos passar pelas primeiras curvas sem problemas e aproveitemos todas as oportunidades”.

Esteban Ocon não repetiu a sexta-feira e parou no Q2 da classificação em Sakhir (Foto: Renault)

Jack Aitken, 18º: “O objetivo, para mim, tem sido dar um passo adiante a cada vez que entro no carro e consegui isso. Estou um pouco chateado que minha última volta não tenha saído como o esperado, mas não posso reclamar. Acho que saber lidar com os pneus vai um fator mais importante do que pensávamos. Com um circuito tão curto, como você lida com as bandeiras azuis e como vai afetar a quantidade de paradas vai ser bastante interessante. Vou tentar meu máximo a cada volta, veremos como vai ser amanhã”.

Kimi Räikkönen, 19º: “Não é o resultado que esperávamos após não irmos tão mal no TL3. Estamos sofrendo em alguns lugares e acabamos lentos demais para conseguir avançar. Vai ser um desafio amanhã, não é fácil de ultrapassar por aqui, veremos o que podemos fazer depois que a corrida começar”.

Pietro Fittipaldi, 20º: Último, Fittipaldi vê primeira classificação na F1 “um pouco sofrida” em Sakhir

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube