F1

Confira declarações dos pilotos após sexta-feira de treinos livres para GP do Bahrein de 2019

Com a Ferrari sobrando, Sebastian Vettel liderou com Charles Leclerc na segunda colocação. A Mercedes se colocou no posto de segunda força, enquanto a Red Bull teve mais dificuldades de se posicionar no Bahrein

Grande Prêmio / Redação GP, do Rio de Janeiro
Os trabalhos de pista começaram no Bahrein. Nesta sexta-feira (29), a Ferrari liderou os dois treinos livres. Foi Sebastian Vettel, no TL2, quem anotou a volta mais rápida do dia e seguido pelo companheiro Charles Leclerc.
 
A Mercedes ficou com as duas posições subsequentes, marcadas com Lewis Hamilton e Valtteri Bottas no terceiro e quarto lugares. Nico Hülkenberg colocou a Renault no quarto lugar e foi seguido por Max Verstappen num dia em que a Red Bull teve dificuldades.
 
Kevin Magnussen, Lando Norris, Romain Grosjean e Daniil Kvyat fecharam o top-10. Carlos Sainz ainda apareceu no 11º posto, um à frente de Pierre Gasly na outra Red Bull. 
 
Alexander Albon, Sergio Pérez, Daniel Ricciardo, Kimi Räikkönen, Lance Stroll, Antonio Gioviazzi, George Russell e Robert Kubica encerraram o pelotão. 
 
O GP do Bahrein acontece neste fim de semana, e o GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades EM TEMPO REAL
Charles Leclerc (Foto: Beto Issa)
Confira as declarações:
 
 
Charles Leclerc, segundo: "Foi uma sexta-feira boa. Em termos de equilíbrio, estamos definitivamente melhores que na Austrália. Com isso dito, é melhor manter os pés no chão: tenho certeza que nossos rivais não mostraram desempenho hoje, então amanhã não vai ser fácil. No geral, estou satisfeito que pudemos completar o programa, até algumas voltas rápidas no segundo treino. O TL3 não vai ser tão representativo por causa das temperaturas. Fique mais confortável a cada volta com o carro, agora tenho que juntar tudo."
 
 
 
 
Max Verstappen, sexto: "Hoje foi OK, mas poderia ter sido melhor. Com os pneus médios, estávamos competitivos. Eu deveria ter sido mais rápido na minha primeira simulação curta, mas perdi algum tempo na última curva e perdi 0s3. Com os pneus mais macios, não tínhamos aderência, então temos que examinar e descobrir o que aconteceu e tirar mais disso. Nas simulações mais longas, estávamos competitivos com pneus médios, os mais dominantes para a corrida. Ainda temos que ajustar o setup, especialmente porque é provável que tenhamos apenas uma volta cronometrada com os pneus na classificação. Também parece que a Ferrari resolveu os problemas de Melbourne e parecem os mais rápidos no momento. Precisamos trabalhar para desfazer essa diferença."
Max Verstappen (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Kevin Magnussen, sétimo: "Estou razoavelmente feliz com nosso dia. Foi bom fazer o TL2 ao escurecer e com condições mais frescas. O TL1, bem, não foi assustador, mas foi preocupante no calor da pista. Fez os pneus se tornarem complicados, ainda que precisássemos fazer. Os carros não se comportaram bem, mas foi o mesmo para todo mundo. Foi bom chegar ao TL2, ver como o carro respondia em condições próximas daquelas da classificação. Fiquei feliz com o que vi nessas condições, mais do que no treino da manhã, isso é positivo. O carro estava se comportando bem melhor."
 
Lando Norris, oitavo: "Ainda há coisas a melhorar, mas foi um início decente para o fim de semana. Sinto mais confortável porque eu sei um pouco mais quais são os procedimentos. Acredito que o TL1 foi razoável: passamos por tudo e andamos bastante na pista. As temperaturas da pista no TL2 melhoraram, e o carro ficou bem diferente com as voltas bem mais rápidas. Terminamos o treino com um pequeno problema que não permitiu que déssemos tantas voltas quantos gostaríamos, mas ainda fizemos uma simulação de corrida com mais combustível e simulações de classificação no começo. Foi legal."
 
Romain Grosjean, nono: "Trabalhamos bastante hoje e há mais para amanhã. Foi interessante guiar o carro numa pista bem quente no TL1 e depois numa condição mais representativa [para a classificação] no TL2. Ainda estamos aprendendo sobre o VF-19, então estou bem feliz com o desempenho. Gostaria de mais aderência traseira, especialmente em simulações de corrida, que é uma área em que podemos melhorar. Estou confiante que vamos encontrar isso. Acredito que temos boa margem de melhorar o carro, e isso sempre é bom antes da classificação. Estaremos na briga."
 
Daniil Kvyat, décimo: "Tivemos uma sexta-feira produtiva. Conseguimos cobrir todos os nossos testes planejados e fizemos simulações curtas e longas, o que é importante para o primeiro dia de treinos. Parece que tudo está amarrado em termos de performance entre os times intermediários, então vamos trabalhar durante a noite para melhorar o máximo possível para amanhã, que estejamos onde queremos ficar."
 
Carlos Sainz Jr., 11º: "Foi uma sexta-feira tranquila e deu para que completássemos nosso programa sem problemas. No geral, o desempenho parece bom e promissor, mas sabemos que amanhã os outros vão aumentar a potência dos motores. Por isso é que precisamos de cautela. Fico feliz com hoje, precisávamos apenas que acertemos uma volta cronometrada para maximizar o resultado da classificação. Ainda há espaço para melhorar o carro, então estou ansioso para amanhã."
 
Pierre Gasly, 12º: "Acho que o desempenho foi bem bom no TL1 e começo do TL2. O equilíbrio não era o ideal, mas isso é normal, especialmente porque estava muito calor pela manhã. No TL2, durante a tarde, éramos rápidos com pneus médios, mas faltava ritmo com os macios. Não consegui forçar muito nas primeiras voltas, então precisei forçar somente na terceira, o que não é ideal. Creio que no geral o carro é bom, só perdemos um pouco de ritmo com esse ajuste e precisamos entender melhor os pneus macios. Estou confiante com o carro, com certeza é uma pista diferente de Melbourne, então temos que melhorar tudo. Estou confiante."
 
Alexander Albon, 13º: "Foi um bom dia no escritório. Realmente acho que o pelotão intermediário está bem apertado, o que deixa nenhum espaço para erros. Tivemos dificuldades com equilíbrio pela manhã, mas consertamos antes do TL2, ainda que algumas mudanças sejam necessárias durante a noite. Definitivamente algumas coisas ainda precisam ser feitas para aprontar o carro para amanhã, então temos que melhorar nosso pacote para lutar pelo topo do pelotão. Sabemos o que precisa mudar, então espero que possamos ser mais competitivos."
Sergio Pérez (Foto: Racing Point)
Sergio Pérez, 14º: “Foi um dia desafiador para começar nosso fim de semana no Bahrein. Precisamos trabalhar pesado para achar alguns décimos durante a noite e melhorar o acerto do carro. Do contrário, vai ser difícil ir ao Q3. As sessões de mais cedo, o TL1 e o TL3, não são tão relevantes porque as temperaturas são muito mais altas do que nós esperamos na classificação e na corrida, então nossas possibilidade de trabalho em relação ao acerto ficam limitadas. Tentamos muitas coisas com o carro hoje, coisas que vão ajudar no aprendizado ao longo prazo, e coletamos as informações de praxe sobre pneus."
 
Daniel Ricciardo, 15º: "Tive dificuldades pela tarde e saímos do ritmo que gostaríamos. Começamos com pneus duros, com os quais tivemos problemas de aderência, mas uma vez que colocamos os macios a sensação foi de maior conforto. Sei que em algumas coisas nós podemos melhorar, especialmente com o equilíbrio. Conduzimos muito trabalho para entender mais sobre o carro durante a tarde e, depois, na simulação de corrida, melhorou. Não fomos tão competitivos como deveríamos e, claro, quero ser mais rápido amanhã. Mas vamos fazer o dever de casa."
 
Lance Stroll, 17º: “O dia de hoje não foi fácil. Ainda precisamos revisar os dados e trabalhar duro para ver onde podemos achar mais performance. A primeira sessão foi bastante cheia, com grandes mudanças no carro, pelas peças aerodinâmicas diferentes, e tentando entender a melhor direção para a sequência do fim de semana. Sabemos que está tudo muito apertado no pelotão intermediário, então precisamos achar velocidade durante essa noite se quisermos ir ao top-10 amanhã.”
 
George Russell, 19º: "Gosto de guiar no Bahrein, é uma ótima pista. Creio que estamos um pouco mais próximos, uma vez que o circuito se encaixa melhor com nosso time do que outros. Estamos onde esperávamos. O TL1 foi um desafio, mas eu acho que todo mudo estava com dificuldade no calor. O TL2 foi bem mais tranquilo, mas os tempos de volta ainda estão longe e resta muito em que trabalhar. Ainda temos que usar para melhorar tudo no carro para sermos competitivos 
 
Robert Kubica, 20º: Kubica prevê GP do Bahrein complicado e revela falta de peças de reposição: “Vamos ter de evitar as zebras”

Kimi Räikkönen e Antonio Giovinazzi, respectivamente 16º e 18º colocados, estão fora da lista porque a Alfa Romeo não divulgou declarações nesta sexta-feira.