Ferrari diz que “esperava mais” de sábado em Mônaco e defende Leclerc: “Estava escuro”

Frédéric Vasseur, chefe da Ferrari, diz que Charles Leclerc não tinha como ver claramente a presença de Lando Norris em Monte Carlo

Norris se depara com Leclerc lento no túnel em Mônaco (Vídeo: reprodução/Twitter)

Por um momento na classificação do GP de Mônaco de Fórmula 1, realizada neste sábado (27), Charles Leclerc liderou o Q3 e se colocou como candidato real à pole. Mas foi superado por Max Verstappen e Fernando Alonso na pista, e ainda acabou punido por bloquear Lando Norris. Segundo a Ferrari, a expectativa era de mais que apenas o terceiro lugar na pista. E foi contrária à punição.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Relacionadas


Quem falou foi Frédéric Vasseur, chefe da equipe. Para Vasseur, a Ferrari mostrou rendimento suficiente para primeira fila ou até a pole-position, mas Leclerc acabou superado por Max Verstappen e Fernando Alonso. Carlos Sainz larga na quinta colocação.

“Estou irritado, porque terminamos a 0s1 da pole. Não é um resultado ruim, mas esperávamos uma posição melhor”, admitiu. “Mas ter os dois carros no top-5 será uma vantagem na condução da corrida. Faltou alguma coisa em nosso trabalho do TL3, estávamos longe, mas nos recuperamos para a classificação. Agora, temos de reagir bem para a corrida. Dá para dizer que o desempenho está lá, mas precisamos juntar tudo para resolver alguns detalhes. Talvez o que faltou tenha sido otimizar o TL3, porque na classificação estávamos na briga de cara. Ficou claro que cometemos um erro”, falou à rede inglesa de TV Sky Sports.

Frédéric Vasseur achou que a Ferrari tinha rendimento para mais que o terceiro lugar (Foto: Ferrari)

“Diria que Fernando tem de dar tudo que ele tem na curva um amanhã!”, brincou sobre um possível acidente entre os dois ponteiros. “Mas [a sério] temos de focar em nosso trabalho, ir bem e saber que em Mônaco é praticamente impossível ultrapassar. Significa que a única solução é estratégia. Com os dois carros, é possível ter alguma vantagem, mas vamos ver”, repetiu.

Sobre a punição contra Leclerc por bloquear Norris durante o Q3, defendeu o piloto da casa — que, à altura da entrevista, ainda não tinha sido punido oficialmente.

“Vi o que aconteceu no fim da classificação, mas naquele momento a pista não estava fácil. A trajetória não era clara, e no túnel era ainda mais complicado, porque estava escuro. Charles estava na linha de dentro, e Lando esperava que ele fosse para a direita, mas não era a linha natural”, falou.

Por fim, reconheceu que a Ferrari vai levar atualizações para o carro no GP da Espanha de semana que vem. “Estou feliz com o desempenho, mas precisamos melhorar em algumas áreas. Posso dizer que teremos novidades em Barcelona. Mesmo assim, é bom ter os dois carros no top-5 do grid e poder lutar pelo pódio com nossos rivais”, finalizou.

GRANDE PRÊMIO analisa todas as atividades da Fórmula 1 em Mônaco no Briefing, programa que vai ao ar após o segundo treino livre, a classificação e a corrida principal, sempre no canal do GP no YouTube. Além disso, o GP também comenta a definição do grid e a corrida em segunda tela na parceria com a Voz do Esporte. E acompanha AO VIVO e EM TEMPO REAL todas as atividades do GP de Mônaco. No domingo, a largada está marcada para as 10h (de Brasília, GMT-3).

🔴F1 2023 EM MÔNACO AO VIVO: TUDO SOBRE A CLASSIFICAÇÃO | Briefing
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.