Netflix divulga trailer de documentário sobre Schumacher no aniversário da estreia na F1

A gigante do streaming vai lançar o documentário em 15 de setembro. Vídeo que conta com o apoio da família vai documentar o sucesso nas pistas, mas também mostrar o alemão fora delas

Documentário conta com o apoio da família de Michael Schumacher (Vídeo: Netflix)

A Netflix divulgou nesta quarta-feira (25) o primeiro trailer do documentário sobre Michael Schumacher. No aniversário de 30 anos da estreia do heptacampeão na Fórmula 1, a gigante do streaming deu pistas do que vem por aí no vídeo que será lançado em 15 de setembro.

O documentário, que conta com o apoio da família Schumacher, vai retratar não só o sucesso de Michael nas pistas, mas também mostrar imagens do ex-piloto fora delas. O trailer mostra imagens de entrevistas com o pai de Michael, Rolf, com a esposa, Corinna, e com os dois filhos, Gina-Maria e Mick.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Casamento de Michael e Corinna também aparece no trailer (Foto: Reprodução)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

A peça que retrata a carreira do heptacampeão não é o primeiro conteúdo relacionado à F1 na Netflix. O serviço de streaming produz também a série documental ‘Drive to Survive’, que retrata os bastidores do Mundial. Atualmente, a quarta temporada da série está sendo filmada.

Diretora do documentário, Vanessa Nocker classificou Corinna como a “maior apoiadora” do projeto.

“Ela mesma queria fazer um filme autêntico, pra mostrar Michael como ele é, com todos seus altos e baixos, sem qualquer disfarce”, disse Nocker. “Ela foi ótima e corajosa o bastante para nos deixar fazer o que gostaríamos, e nós respeitamos os limites dela. Ela é uma mulher muito inspiradora e calorosa, que deixou uma impressão duradoura em todos nós”, completou.

Além da família, o trailer revelou o tetracampeão Sebastian Vettel como um dos participantes do documentário.

Dono de 91 vitórias na F1, Michael se aposentou em 2012, correndo pela Mercedes. Em dezembro de 2013, o alemão sofreu um grave acidente enquanto esquiava em Méribel, nos Alpes Franceses, e sofreu lesões na cabeça após se chocar contra uma pedra.

Depois de meses em coma induzido e de uma longa hospitalização, o ex-piloto pôde voltar para casa, mas a família guarda a sete chaves a condição clínica de Michael. Sabine Kehm, agente do alemão de 52 anos, sempre falou que este era um desejo do pai de Mick e Gina-Maria.

Recentemente, Jean Todt, que faz visitas frequentes ao ex-Ferrari e Benetton, afirmou que Michael sobreviveu graças ao esforço dos médicos e do desejo da esposa, mas “com sequelas”. O presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), porém, tampouco deu detalhes do que são essas consequências, mas garantiu que Michael “luta contra” elas.

LEIA TAMBÉM
Na Garagem: Michael Schumacher estreia na Fórmula 1 pela Jordan no GP da Bélgica

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar