Sauber surpreende e apresenta novo C44 com pintura arrojada em preto e verde

Penúltima colocada na F1 2023, a Sauber faz o terceiro lançamento de carro da temporada 2024. O C44 busca tirar os suíços do fim da fila, em ano fundamental na transição da equipe para a chegada da Audi, que está cada vez mais próxima, em 2026

Depois de Haas e Williams terem apresentado suas obras, foi a vez da Sauber, no fim da tarde desta segunda-feira (5), mostrar ao mundo o C44, carro feito pela equipe para a temporada 2024 da F1.

Em evento realizado em Londres, o time apostou em uma pintura bastante arrojada, com preto e um verde que navega entre o claro e o limão. É um carro, definitivamente, longe dos padrões estéticos recentes que a F1 tem apresentado.

E não foi apenas um lançamento de pintura, como tem sido tendência na F1 atual, mas de carro, de fato, ainda que com seus mistérios e coisas que, certamente, não irão para a pista, como o difusor apresentado. A pintura arrojada foi acompanhada também de um design novo arrojado, muito mais inspirado na Red Bull do que na Ferrari, como era nos últimos anos.

A suspensão, por exemplo, foi alterada para o estilo que McLaren e a própria Red Bull usam. No sidepod, também uma diferença visível, um corte grande em relação ao bólido de 2023. No fim das contas, os suíços cumpriram o que prometeram: não é uma evolução do ano passado, mas um conceito novo. O carro parece até ‘quadradão’ em alguns ângulos.

A Sauber apresentou um carro arrojado (Foto: Sauber)

Trata-se de um ano fundamental para a equipe suíça, com novos nomes alternativos, mas, especialmente, no meio do período de transição para virar Audi, em 2026. A Kick Sauber, ou Stake, ou simplesmente Sauber, chega pressionada pela necessidade de um crescimento enorme.

Apostando nas mexidas comandadas pelo novo diretor-técnico James Key, o chefe do time Alessandro Alunni Bravi explicou que a Sauber, à McLaren 2023, prepara “atualizações que chegam logo nas primeiras etapas do ano”. E que a ambição é alta por lá.

“Acreditamos que fizemos um trabalho melhor em todos os aspectos, também iremos desenvolver em um estilo completamente diferente. Mas só veremos o que tudo isso vale no Bahrein. Fizemos o dever de casa, mas sabemos que a concorrência não dorme. Vamos para uma terceira temporada com os mesmos pilotos, Bottas e Zhou. A estabilidade é importante para o sucesso na Fórmula 1. Mesmo que este seja um novo começo. A nossa aparição com este carro verde e preto mostra como vamos nos destacar. Ele ficará ótimo, especialmente nas corridas noturnas”, comentou o dirigente italiano.

“O C44 é virtualmente um carro completamente novo, com algumas áreas remanescentes na parte traseira. A equipe teve de tomar uma direção ambiciosa bem antes de eu entrar [setembro de 2023]. Há muitas mudanças mecânicas, algumas das quais você nem consegue ver, mas algumas são muito visíveis. A suspensão dianteira é completamente nova, um projeto difícil e ambicioso para uma equipe do nosso tamanho. Também existem muitas mudanças aerodinâmicas, como era esperado, dado que esta continua a ser a principal área de desenvolvimento — por isso, no geral, o carro terá um aspecto bastante diferente do carro do ano passado. Tomamos muitas direções novas e empolgantes, que parecem ter bastante potencial, por isso estamos ansiosos para vê-las no caminho certo”, detalhou Key.

Toda a agressividade do novo C44 (Foto: Sauber)

Assim como todo o resto do grid, a Sauber manteve a dupla de pilotos de 2023 para 2024. Aliás, da mudança de Alfa Romeo para o novo nome, ainda em meio à passagem de bastão para a Audi. Ainda tentando mostrar que podem ser o futuro para a enorme fabricante alemã entrar na F1, Valtteri Bottas e Guanyu Zhou vão precisar de resultados bem melhores do que os dos últimos anos.

“O novo C44 definitivamente parece diferente, tanto em termos de aparência quanto do que podemos esperar do carro. Precisamos jogar em equipe e extrair o máximo deste pacote, que tem um potencial impressionante – nada mais importa. Pessoalmente falando, estou indo para a terceira temporada com a equipe, e os objetivos precisam ser maiores”, falou Bottas.

Como Alfa Romeo, a equipe flertou seriamente com a lanterna no ano passado e fechou a temporada na penúltima colocação, com 16 pontos anotados. Os números ficam ainda piores quando colocados desta forma: apenas sete vezes Bottas e Zhou estiveram no top-10. Somados.

“Temos nos esforçado muito desde a última temporada, especialmente na segunda metade do ano, depois das férias de verão, só para ter certeza de que entendemos exatamente onde tivemos que melhorar como equipe e qual seria o plano do pessoal lá na fábrica para o inverno. Agora é a hora de juntar tudo e colocar o carro na pista”, disse Zhou.

O carro novo da Sauber é realmente arrojado para 2024 (Foto: Sauber)

Aliás, as performances da equipe não estão nada fortes. O modesto sexto lugar de 2022, por exemplo, foi o melhor do time desde 2008, quando ainda era BMW, aquele projeto de muito sucesso com Nick Heidfeld e Robert Kubica nos volantes. De lá para cá, no máximo, sextos lugares, em 2009 e 2012, além de 2022.

Na chefia da equipe aparece Alunni Bravi, mas o simpático italiano é a figura menos chamativa de um grupo que, justamente pela transição com a Audi, tem nomes fortíssimos como Andreas Seidl, no cargo de diretor-executivo, e Key, como diretor-técnico. A dupla teve momentos de glória na McLaren, inclusive.

A promessa da equipe, que já deixou bem claro que vai cobrar melhores performances de sua dupla de pilotos — especialmente de Zhou, é de um projeto absolutamente diferente do anterior em 2024. A palavra de ordem ali é sacudir as estruturas.

“Teremos um carro completamente novo, do chassi à suspensão, tudo, todas as áreas. Claro, é fácil identificar os problemas, mas você precisa ser capaz de corrigi-los. Então estamos trabalhando muito, o grupo está crescendo. Temos novas contratações que estão chegando e que poderão contribuir também para o carro do próximo ano, mas a resposta será dada a todos nós no Bahrein”, disse Alunni Bravi.

A temporada de lançamentos de carros segue firme e forte. Depois da Haas, da Williams e da Sauber, a semana de eventos continua com Alpine e RB. Os franceses chegam primeiro, já nesta quarta-feira (7).

Fórmula 1 retorna às pistas de 21 a 23 de fevereiro, com os testes coletivos da pré-temporada no Bahrein, no circuito de Sakhir.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.