Stroll tem sintomas de gripe e diarreia, mas Racing Point reitera: não é Covid-19

Otmar Szafnauer afirmou à BBC que seu piloto apresentou sintomas semelhantes à uma gripe e dor de estômago e que todos os testes realizados por Stroll deram negativo

A substituição repentina de Lance Stroll por Nico Hülkenberg antes do treino de classificação para o GP de Eifel deste sábado (10), que culminou com a pole de Valtteri Bottas, chamou a atenção do paddock da Fórmula 1 e ligou o sinal de alerta para um possível novo caso de Covid-19.

O piloto canadense alegou uma indisposição e não participou do TL3. A Racing Point não perdeu tempo e logo acionou o alemão, que terminou em último no treino realizado no circuito de Nürburgring. Hülkenberg já havia sido chamado antes pela equipe inglesa, quando Sergio Pérez testou positivo para o novo coronavírus e ficou de fora das duas corridas em Silverstone, em agosto passado.

Em entrevista à emissora britânica BBC, o chefe da esquadra rosa, Otmar Szafnauer, disse estar confiante de que Stroll não contraiu a doença. O dirigente afirmou que o piloto apresentou “sintomas semelhantes aos de uma gripe, dor de estômago e não conseguia se exercitar”.

“Ele simplesmente não se sente bem ainda e, na noite passada, teve um pouco de dor de estômago, então ficou no banheiro o tempo todo”, revelou.

Hülkenberg subsituiu Stroll às pressas e classificou em último (Foto: Racing Point)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Szafnauer contou ainda que o último exame do canadense para Covid-19 foi realizado na terça-feira e que, nas últimas duas semanas, o piloto foi testado “cinco vezes ou mais” e todos os resultados deram negativo. “Estamos felizes com a empresa que usamos, pois os negativos são negativos”, garantiu o romeno.

O comandante da Racing Point também falou que Lance apresentou alguns dos sintomas desde que voltou do GP da Rússia, duas semanas atrás, e foi testado várias vezes desde então.

Os protocolos de defesa do novo coronavírus na Fórmula 1 exigem que os pilotos sejam testados a cada cinco dias durante o período de competição e, ainda de acordo com Szafnauer, Stroll foi submetido novamente a um novo teste quando exigido. Sintomas como febre, fadiga e diarreia são considerados pelo Centro de Controle de Doenças (CDC) dos Estados Unidos como possíveis fatores para o diagnóstico da doença.

O GP de Eifel de Fórmula 1 acontece neste domingo (11), com largada às 9h10 (horário de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades AO VIVO e em TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube