Bottas fala em dia complicado em Sakhir e vê “Red Bull competitiva e Russell veloz”

O finlandês lamentou o começo turbulento de final de semana barenita, além de usar a classificação da Fórmula 2 de exemplo para prever uma tomada de tempos bagunçada

Valtteri Bottas terminou o primeiro dia de treinos do GP de Sakhir insatisfeito. O finlandês destacou as dificuldades encontradas nas duas sessões e apontou que os adversários da Red Bull e até George Russell podem ser ameaças no fim de semana.

O competidor não teve a melhor das sextas-feiras. Na atividade matutina no circuito barenita, fechou na quarta colocação da tabela. Já na parte da tarde, ficou apenas na 11ª colocação, 0s608 mais lento que George Russell, que liderou ambos os treinos.

“Foi um dia complicado para mim. Na primeira sessão, quebrei o assoalho do carro quando passei por cima da zebra na curva 8, o resto do treino foi meio que um desperdício. O TL2 até que foi ok”, explicou o finlandês.

Valtteri Bottas teve sexta-feira difícil em Sakhir (Foto: Mercedes)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Não fiz nenhuma volta rápida com o pneu macio, fiz um giro decente, mas foi deletado. Não foi o melhor dia, pelo menos ritmo de corrida foi consistente, mas com pneus médios a Red Bull parece rápida”, continuou o piloto.

“O setor 2 é bastante técnico com as lombadas e tudo, definitivamente não é o mais fácil e facilmente se perde 0s1, pode custar muito na classificação. A Red Bull parece competitiva e George parece veloz. Ainda há trabalho a fazer do meu lado para encaixar tudo. A Fórmula 2 mostrou como a classificação pode ser bagunçada, então, precisamos lidar com a diferença”, encerrou.

O que Bottas pontuou é que na tomada de tempos da corrida 1 da F2, Mick Schumacher e Roy Nissany se envolveram em um acidente. O alemão perdeu o controle do carro e bateu no adversário, encerrando a sessão e dando a pole para Yuki Tsunoda.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube