Verstappen admite que “nunca iria” para Ferrari com Leclerc

Max Verstappen não pretende ir para a Ferrari tão cedo. Com os rumores sobre a equipe italiana pegando fogo, o holandês admitiu que jamais iria para a escuderia de Maranello para ser companheiro de Charles Leclerc

A Ferrari pode esperar sentada a ida de Max Verstappen para a equipe. O holandês revelou que apesar de ter uma boa relação com Charles Leclerc, não cogita a possibilidade de dividir um time com o monegasco na Fórmula 1.
 

O futuro da escuderia italiana tem sido bastante debatido na mídia. Com o #16 ainda com um acordo a longo prazo com a equipe, é a continuidade de Sebastian Vettel para depois de 2020 que tem sido colocado em jogo.
 
E isso abriu muito espaço para rumores. Primeiro é a chegada de Lewis Hamilton para a esquadra de Maranello, que já confirmou um ‘encontro social’. Ainda, em um almoço na fábrica do time, foram descartados os nomes do titular da Red Bull e de Fernando Alonso, mas não o do hexa.
Charles Leclerc e Max Verstappen (Foto: Reprodução)
Agora, foi a vez do #33 dar sua visão do assunto. “Nunca iria para a Ferrari com Leclerc. Não acredito que isso aconteça porque nunca vão juntar dois número um. Tenho uma boa relação com Charles, é um adversário duro, mas isso faz parte do jogo”, apontou.
 
A situação da Ferrari na temporada 2019 foi bastante difícil. Com uma dupla formada pelo novato Leclerc e o já experiente Vettel, as coisas pegaram fogo internamente, com Mattia Binotto reconhecendo que os companheiros não são amigos.
 
Enquanto isso, a temporada de 2021 pode tomar outro rumo. O motivo é que o tetracampeão alemão já foi sondar o chefe da McLaren sobre uma possibilidade de vaga para daqui duas temporadas.
 

Carregando…

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar