Lynn é liberado do hospital após acidente preocupante que encerrou eP de Diriyah

Depois de muita preocupação no fim da corrida 2 em Diriyah, Alex Lynn foi liberado do hospital ainda na noite de sábado

A segunda corrida da Fórmula E na rodada dupla de Ad Diriyah, no último sábado, terminou sem bandeira quadriculada. O motivo da prova ser encerrada foi o preocupante acidente envolvendo Alex Lynn. O inglês precisou ser mandado para o hospital, mas foi liberado ainda nas últimas horas do dia.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GRANDE PRÊMIO dá pontapé inicial para temporada 2021 com nova programação

A informação veio da equipe Mahindra. O time anglo-indiano inicialmente informou que Lynn estava consciente e conversando quando foi para o hospital. Quase cinco horas mais tarde, avisou que o piloto recebera alta do hospital Rei Khaled, em Riad, e podia voltar ao hotel.

“Após checagens de precaução no hospital, Alex Lynn foi liberado. Ele estará de volta com a equipe em Roma”, informou.

Lynn estava em posição de meio de pelotão quando tentou ultrapassar Mitch Evans, mas o neozelandês se defendeu de maneira contundente e fechou a porta. O inglês não reagiu rápido o suficiente, acertou a traseira da Jaguar e levantou vôo, pousando de ponta-cabeça e deslizando pelo asfalto dessa forma.

O incidente causou muitas dúvidas no momento, porque a transmissão mostrou, quase concomitantemente, problemas para Sébastien Buemi, Tom Blomqvist e Maximilian Günther, mas o lance entre Evans e Lynn foi evitado pela transmissão. Apenas vídeos posteriores mostraram o que havia acontecido.

“A coisa mais importante é que Alex está OK após o acidente. Foi um acidente muito complicado, mas é uma demonstração do trabalho em curso pela Fórmula E e da FIA no quesito segurança o fato de Alex ter sofrido apenas alguns roxos. Ele estará de volta conosco em Roma”, confirmou o chefe da Mahindra, Dilbagh Gill.

LEIA TAMBÉM
Análise: Dia estranho em Diriyah deixa protagonistas em igualdade

Por conta da preocupação com Lynn e muita sujeira na pista, a organização decidiu encerrar a corrida em bandeira vermelha. A vitória ficou com Sam Bird, companheiro de Evans na Jaguar.

O eP da capital italiana, no dia 10 de abril, será a próxima etapa do campeonato 2021 do Mundial de Fórmula E.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube