Frijns brilha e leva pole-position em Diriyah. Surpreendente, Sette Câmara é 2°

Robin Frijns é pole, mas a surpresa mesmo é Sérgio Sette Câmara em segundo. A Mercedes, assim como a cliente Venturi, foi vetada de participar da sessão por falta de segurança nos carros

Robin Frijns está disposto a desbancar Nyck de Vries como dominante do dia na Fórmula E. Depois de liderar o treino livre, o holandês não deixou a peteca cair na classificação deste sábado (27), sendo o mais rápido de todos.

Dividindo a primeira fila aparece um inesperado Sérgio Sette Câmara. O brasileiro já superou expectativas ao alcançar a superpole, onde foi o segundo mais rápido. Sam Bird, Oliver Turvey, Tom Blomqvist e Nico Müller completam as três primeiras filas em um grid virado ao avesso.

Robin Frijns liderou o treino livre na Arábia Saudita (Foto: Fórmula E)

GUIA DA FE 2021
➠ Fichas: equipes e pilotos
➠ Em ano crucial, Di Grassi e Sette Câmara são coadjuvantes
➠ Da Costa e DS Techeetah dominam. Alguém tem resposta?
➠ Saídas de Audi e BMW machucam, mas não matam FE
➠ Com regulamento igual, calendário vira grande novidade

Ao contrário de Sette Câmara, Lucas Di Grassi não conseguiu alcançar a superpole. O brasileiro fez apenas o 15° melhor tempo e fica destinado a buscar uma corrida de recuperação pelo segundo dia seguido.

A classificação teve apenas 20 carros na pista. Após o acidente de Edoardo Mortara no treino livre, possivelmente causado por um acelerador travado, a direção de prova impediu os carros de Venturi e Mercedes – a primeira sendo uma cliente da segunda – de ir à pista alegando falta de segurança. Assim, Mortara ganhou a companhia de Nyck de Vries, Stoffel Vandoorne e Norman Nato no grupo de pilotos sem tempos.

Saiba como foi o treino classificatório do eP de Diriyah 2:

Grupo 1: De Vries, Mortara, Evans, Rast, Wehrlein, Rowland

A classificação começou mais agitada nos bastidores do que na pista. Por consequência do acidente de Mortara ao fim do treino livre de mais cedo, a direção de prova proibiu os carros de Venturi e Mercedes de participar da classificação. O motivo: as duas equipes usam trem de força alemão, e há suspeita de que o elemento tenha contribuído para o acidente de Edoardo.

Com dois carros a menos, restaram quatro neste grupo. Rowland sobrou, anotando tempo 0s8 mais rápido que o de Wehrlein. Evans e Rast viram o cronômetro zerar e não conseguiram fazer voltas rápidas, ficando virtualmente sem chances de ir à superpole.

Sergio Sette Camara garantiu a primeira fila (Foto: Fórmula E)

Grupo 2: Sims, Vandoorne, Di Grassi, Turvey, Da Costa, Dennis

O segundo grupo tornou a classificação ainda mais louca. António Félix da Costa tomou a liderança da classificação, mas apenas provisoriamente, e por conta de um rival inesperado: Oliver Turvey fez um temporal, superando o português por 0s2, mesmo que pela pequena NIO.

Rowland caiu para terceiro, com Sims se encaixando em quarto. Di Grassi apareceu em quinto, superando Wehrlein, agora sexto. O brasileiro estava na zona de classificação para a superpole, mas em apuros.

Grupo 3: Buemi, Nato, Vergne, Lotterer, Frijns, Blomqvist

O terceiro grupo trouxe novas mudanças. Robin Frijns, embalado pela grande performance no treino livre, encaixou sua volta e assumiu a liderança da tabela de tempos. Tempo de 1min07s810, 0s557 mais rápido que o da concorrência.

O segundo lugar era outra surpresa – a NIO de Tom Blomqvist. O piloto foi ainda melhor que o companheiro Turvey e apareceu em segundo. Vergne se encaixou em quarto, com Buemi em quinto. Isso tudo deixava Da Costa logo acima da linha de corte, além de tirar Rowland da superpole.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

De Vries, vencedor ontem, nem se classificou hoje (Foto: Mercedes)

Grupo 4: Cassidy, Sette Câmara, Müller, Günther, Bird, Lynn

Parecia ser o dia dos underdogs. Sérgio Sette Câmara veio tentando apagar a impressão ruim de 24h atrás, quando bateu em volta rápida, e mandou bem: o brasileiro fez o segundo melhor tempo e garantiu sua primeira presença em uma superpole. Sam Bird e Nico Müller também encontraram espaço no top-6.

Isso, por outro lado, tirou três campeões da superpole: Vergne, Buemi e Da Costa teriam de largar em sétimo, oitavo e nono.

Superpole: Frijns, Sette Câmara, Blomqvist, Bird, Turvey, Müller

Sexto na fase inicial, Müller teve de ser o primeiro na pista na superpole. O tempo não foi grande coisa: o suíço errou na volta rápida, escapando de leve e anotando apenas 1min09s060. Dessa forma, não foi surpresa alguma quando Turvey conseguiu a pole provisória em seu giro, com 1min08s439.

O ciclo de mudanças continuou com Bird. O piloto da Jaguar fez volta muito parecida com a de Turvey, sendo apenas 0s034 melhor. O tempo de Sam era mais respeitável, tanto que não foi superado por Blomqvist.

Mas aí veio Sette Câmara, com uma volta inesperada. O brasileiro tomou a pole-provisória e garantiu pelo menos a primeira fila. Frijns, entretanto, é quem riria por último, sendo o mais rápido de todos.

FE 2021, eP de Diriyah 2, grid de largada:

1R FRIJNSVirgin Audi1:07.889
2S. SETTE CÂMARADragon Penske1:08.178+0.289
3T BLOMQVISTNIO1:08.732+0.843
4S BIRDJaguar1:08.405+0.516
5O TURVEYNIO1:08.439+0.550
6N MÜLLERDragon Penske1:09.060+1.171
7J.E. VERGNEDS Techeetah1:08.471+0.582
8S BUEMINissan1:08.544+0.655
9A.F. DA COSTADS Techeetah1:08.632+0.743
10N CASSIDYVirgin Audi1:08.649+0.760
11M GÜNTHERBMW1:08.733+0.844
12A LYNNMahindraP +31:08.797+0.908
13O ROWLANDNissan1:08.798+0.909
14A SIMSMahindra1:08.876+0.987
15L DI GRASSIAudi1:08.970+1.081
16P WEHRLEINPorsche1:09.601+1.712
17J DENNISBMW1:11.194+3.305
18M EVANSJaguar1:13.868+5.979
19R RASTAudi1:13.954+6.065
20N DE VRIESMercedes
21E MORTARAVenturi Mercedes
22S VANDOORNEMercedes
23N NATOVenturi Mercedes
24A LOTTERERPorsche

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube