Meyer Shank anuncia chegada de Rosenqvist para Indy 2024. Pagenaud se afasta

Simon Pagenaud anunciou que momento é de concentrar em recuperação e deixa Indy. Meyer Shank escolhe Felix Rosenqvist como substituto

É uma manhã de anúncios na Indy, nesta terça-feira (5). A Meyer Shank anunciou Felix Rosenqvist num dos carros para a temporada 2024 minutos após Simon Pagenaud publicar um comunicado em que prega concentração em se recuperar do acidente que sofreu há alguns meses e deixa grid ao menos por enquanto.

Inicialmente, Pagenaud divulgou um comunicado em que aponta a recuperação como objetivo maior do momento e indica que ficará fora da Indy por mais algum tempo. O piloto campeão em 2016 teve diagnosticada uma concussão após um grave acidente nos treinos livres para o GP de Mid-Ohio, no dia 1º de julho. Desde então, já são oito corridas sem a participação dele, sempre vetado pelos médicos. A nona prova será a última do atual campeonato, em Laguna Seca.

Relacionadas


“Gostaria de desejar o que há de melhor à Meyer Shank e agradecer a Mike Shank, Jim Meyer e toda a equipe pelas experiências valiosas que tive ao longo dos últimos dois anos. Queria que pudéssemos ter conquistados mais juntos durante as duas últimas temporadas e que tivéssemos vencido corridas, mas não conseguimos fazer acontecer”, afirmou.

“Agora, meu objetivo é focar totalmente em mim mesmo e me recuperar. É um processo lento, e continuarei a trabalhar com os médicos e fazer todo o necessário para que minha saúde volte a estar 100%. Obrigado a todos por seu apoio contínuo e pelas mensagens gentis”, seguiu.

Simon Pagenaud se afasta da Indy para focar em recuperação (Foto: Indy)

Logo em seguida, a Meyer Shank fez a parte dela. Com poucas menções a Pagenaud, nem mesmo um agradecimento, apenas anunciou Rosenqvist, em acordo plurianual, como titular para a temporada 2024 ao lado de Tom Blomqvist. Como já havia sido definido, a equipe terá um terceiro carro nas 500 Milhas de Indianápolis, guiado por Helio Castroneves, que deixa o cockpit em tempo integral e passa ser acionista e embaixador do time de Mike Shank e Jim Meyer.

“Estou muito animado para começar o meu próximo capítulo da minha carreira na Indy, junto da MSR. Será uma grande oportunidade para mim e para a equipe nos elevarmos mutuamente até o próximo nível. Estou muito ansioso para começar a trabalhar com meu velho amigo Tom [Blomqvist] novamente. Estou pronto para trabalhar visando a próxima temporada”, afirmou o piloto.

Helio Castroneves e Simon Pagenaud saem, Tom Blomqvist e Felix Rosenqvist chegam (Foto: IndyCar)

Com Rosenqvist e Blomqvist — que, aliás, já está na equipe como substituto de Pagenaud para as corridas finais de 2023 —, a Meyer Shank passa a ter uma dupla sueca de pilotos.

“Estamos muito animados por finalizar os planos de 2024 e trazer Felix”, disse Mike Shank, chefe da equipe. “É alguém que está em nosso radar há algum tempo e, neste ano, tudo se alinhou para que acertássemos com ele. Não é segredo que tivemos uma temporada difícil, com algumas coisas fora do nosso controle e algumas outras dentro. Estamos fazendo um reinício completo, recomeçando e indo trabalhar. Tom e Felix vão trabalhar muito bem juntos e se ajudar. Ainda teremos Helio conosco em todas as corridas para ajudar com o feedback, o que será um bônis. Estamos prontos para um campeonato sólido em 2024”, finalizou.

Rosenqvist tem cinco anos de Indy, dois com a Ganassi e três pela McLaren, desde que chegou, em 2019. E uma vitória na categoria: a segunda corrida de Elkhart Lake, em 2020.

Mistério na INDY: O que acontece com PAGENAUD? | GP às 10
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Indy direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.