Grosjean reconhece erro que custou primeira vitória na Indy em Barber: “Dói”

Romain Grosjean admitiu erro ao fazer a curva 8 na volta 72, que permitiu a ultrapassagem de Scott McLaughlin, o vencedor do GP do Alabama. O piloto franco-suíço ainda reconheceu a boa estratégia da Penske de três paradas

O sonho de Romain Grosjean em conquistar a primeira vitória na Indy foi mais uma vez adiado. Um erro na volta 72 do GP do Alabama, realizado neste domingo (30), permitiu que o seu principal perseguidor, Scott McLaughlin, conseguisse a ultrapassagem e conduzisse o carro para a vitória. O franco-suíço terminou em segundo e chegou a ser ameaçado por Will Power, o terceiro, nas últimas voltas.

O dono do carro #28 se mostrou frustrado com o resultado após a corrida, mas reconheceu a boa estratégia da Penske de três paradas, principalmente por conta da bandeira amarela causada por Sting Ray Robb na volta 38 — que favoreceu o pit-stop do neozelandês.

Relacionadas


“Dói, vou ser sincero. Os que param três vezes nunca vencem em Barber, mas hoje os boxes ficaram abertos. Isso deu a McLaughlin e a [Will] Power a vantagem nas três paradas. Olhe para [os carros com] as duas paradas atrás de nós – 20 segundos atrás de nós. Tínhamos um carro incrível, pilotamos muito bem, demos 100%, mas tivemos azar com aquela bandeira amarela”, lamentou Grosjean em entrevista à emissora americana NBC.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Romain Grosjean (carro 28, em primeiro plano) liderou boa parte da prova, mas um erro na volta 72 custou a vitória (Foto: Indy)

“Então, como eu digo, não abaixe a cabeça porque essa foi uma das melhores corridas que você já viu, quero dizer, isso é bom, eu dei tudo, mas parabéns a Scott [McLaughlin]. Ele mereceu essa vitória. Conseguimos bons pontos hoje e nosso dia chegará”, completou.

Depois de Grosjean ter sido ultrapassado por McLaughlin, o franco-suíço chegou a questionar a Andretti por que ele não tinha mais push-to-pass e ele se surpreendeu quando recebeu a resposta de que tinha usado tudo.

“Eu estou me perguntando se não teve alguma falha no painel porque eu acreditava que faltavam 99 segundos [de push-to-pass], mas na próxima vez que eu olhei [no painel] estava zerado, então eu vou verificar. Talvez eu tenha usado mais do que pensei, você sabe, para compensar o que usei em Long Beach“, brincou.

Romain Grosjean cumprimenta Scott McLaughlin após vitória do neozelandês no GP do Alabama (Foto: Indy)

O piloto da Andretti ainda comentou sobre o erro que rendeu a vitória ao rival da Penske: “Sim, ele estava vindo, mas eu sabia que estava pronto para o final, então não estava muito preocupado com isso. Eu realmente estava mais preocupado com a quantidade de combustível e a temperatura dos pneus, e com isso acabei cometendo um erro.”

Com o segundo lugar, Grosjean subiu para quinto na classificação com 115 pontos, atrás de Marcus Ericsson, Pato O’Ward, Álex Palou e Scott McLaughlin. A diferença para o líder é de 15 pontos. A Indy retorna no dia 13 de maio com o GP de Indianápolis 1, no circuito misto local. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da temporada 2023.

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Indy direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.