McLaren MP4-27: o último carro de Hamilton pela equipe inglesa em 2012

O MP4-27 não seguiu a tendência dos bicos com degraus em 2012. Ao contrário, o projeto veio limpo, mas a equipe acabou tendo dificuldades de confiabilidade, que afastaram Lewis Hamilton da briga pelo título. Aquela também foi a última temporada do inglês com a McLaren

Do Canadá/2007 a Eifel/2020: como Hamilton alcançou Schumacher em número de vitórias

O MP4-27, a olho nu, não pareceu muito diferente dos antecessores. Mas era um carro que se diferenciava no meio do grid. Enquanto a maioria das equipes optou por fazer o esteticamente questionável ‘bico ornitorrinco’, com um degrau na frente do carro, a McLaren manteve a área limpa e com um suave declive, mostrando-se um dos mais bonitos do grid.

Mas como beleza não é tudo, inclusive na Fórmula 1, o novo bólido do time de Woking apresentava outras mudanças. Uma das mais notáveis era no difusor. Em 2011, a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) baniu os difusores soprados, que criavam downforce ao forçar a injeção de combustível no motor para produzir gases diretamente aos difusores quando o piloto não estava com o pé no acelerador.

Arte: Rodrigo Berton/Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Com um potente motor Mercedes, a McLaren conseguiu sete vitórias na temporada, sendo três com Jenson Button (Austrália, Bélgica e Brasil) e outras quatro com Lewis Hamilton (Canadá, Hungria, Itália e Estados Unidos). O campeão mundial de 2008 ainda teria mais três pódios – todos em 3º lugar – e sete poles conquistadas.

Abandonos em provas que liderava, como Singapura e Abu Dhabi, fizeram Hamilton ficar distante da briga pelo título. Azares como o toque sofrido na disputa com Pastor Maldonado quando brigava pelo pódio no GP da Europa contribuíram para mais um ano sem conquistas. Mesmo assim, o britânico terminou o campeonato no quarto lugar, com 190 pontos conquistados.

O McLaren MP4-27 foi também o último carro de Hamilton pela equipe que o colocou na Fórmula 1 e deu o primeiro título mundial. Após a aposentadoria de Michael Schumacher ser anunciada, o britânico partiu para a Mercedes. A partir desta negociação, deste único momento, a história da Fórmula 1 mudaria por completo.

Do McLaren MP4-22 ao Mercedes W11: os carros vencedores de Hamilton na F1

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube