Álex Márquez explica principal problema durante GP em Valência: mão dormente

O espanhol da Honda afirmou que além da escolha equivocada dos pneus, o punho esquerdo dormente atrapalhou ao tentar fazer prova de recuperação no GP da Comunidade Valenciana

Álex Márquez teve de lidar com uma mão dormente durante o GP da Comunidade Valenciana. O espanhol explicou que além de uma escolha errada de pneus, a baixa sensação na mão também atrapalhou um conseguir um bom resultado.

A segunda passagem por Valência foi bastante difícil para o irmão mais novo de Marc. Na classificação, sofreu um forte acidente ao ter sido arremessado de sua motodados posteriores apontaram que a queda teve força de 23.6 G no piloto.

Após o revés da tomada de tempos, alinhou apenas em 20º no grid. O competidor de Cervera tentou corrida de recuperação, mas cruzou a linha de chegada apenas em 16º, fora da zona de pontos da MotoGP

Álex Márquez teve problemas com a mão dormente (Foto: Repsol)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

“Foi difícil desde o warm-up, da queda da classificação. A coisa mais importante era terminar a corrida para conseguir um pouco mais de confiança novamente após cair três finais de semana seguidos. Não é fácil”, explicou.

“Talvez o pneu duro não foi a melhor escolha, acredito que com o médio teria melhor sensação ou melhor freedback do pneu dianteiro. Mas além disso, minha mão esquerda estava adormecida da oitava ou nona volta, ficou difícil terminar a corrida”, continuou.

“O punho foi o principal problema. Valência também é um circuito que exige muito fisicamente e não há retas para tentar recuperar um pouco. A mão esquerda, o freio, as curvas à esquerda, também perdi uma asa na primeira volta”, seguiu.

“Tudo não foi perfeito, mas especialmente o punho, a mão esquerda dormente. Não consegui pontuar, mas acho que o principal foi levar a moto 100% de volta ao box e conseguir o ritmo novamente para chegar em Portimão em melhor forma”, concluiu o campeão de 2019 da Moto2.

LEIA TAMBÉM
Mir dribla tumultos, prima pela regularidade e entra em seleta lista de campeões pela Suzuki
Suzuki se agiganta no ano do centenário e recupera título após duas décadas de jejum
Ofuscado em 2019, Morbidelli vira jogo e chega ao fim de 2020 melhor que Quartararo
Rins oscila, demora a engrenar e perde chance única de ser campeão em 2020

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube