Rins cai de bicicleta, fratura braço direito e desfalca Suzuki no GP da Catalunha

A fase de Álex Rins ficou ainda pior depois de um tombo na manhã desta quinta-feira (3). O espanhol machucou o braço em um acidente de bicicleta e não poderá disputar o GP da Catalunha

MotoGP preparou vídeo com imagens da carreira em tributo a Jason Dupasquier (Vídeo: MotoGP)

Álex Rins escreveu um novo capítulo da fase difícil que vive na MotoGP na manhã desta quinta-feira (3) na Catalunha. O piloto da Suzuki sofreu um acidente de bicicleta no traçado de Barcelona, fraturou o braço direito e não poderá disputar a sétima etapa da temporada 2021.

Em um comunicado enviado à imprensa, a Suzuki explicou que o acidente aconteceu nesta manhã, enquanto Rins treinava na pista de Barcelona.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

Álex Rins vai passar por cirurgia na manhã de sexta-feira (Foto: Suzuki)

EIA TAMBÉM
⇝ Itália contrasta melhor e pior do esporte e evidencia força extraordinária de pilotos
⇝ Rins abusa de quedas em momentos cruciais e sai da briga pelo título da MotoGP
⇝ Vale tudo no amor e na guerra? Tática de Marc Márquez causa polêmica na Itália

“Álex Rins foi vetado para a o GP de casa depois de um acidente de bicicleta”, anunciou a Suzuki. “O piloto da Suzuki vai, infelizmente, ficar de fora do GP da Catalunha por conta de um infeliz acidente sofrido durante um treino nesta manhã de bicicleta na pista”, seguiu.

“O espanhol caiu enquanto treinava e, como resultado, lesionou o braço direito, com uma enorme área contundida e muita dor”, apontou. “Ele foi rapidamente levado ao Hospital Universitário Dexeus, em Barcelona, para passar por exames e os médicos constataram uma fratura no rádio. A fratura foi imobilizada e amanhã de manhã ele será submetido a uma cirurgia para reparar o osso”, completou.

Rins começou o ano com resultados discretos na rodada dupla no Catar, terminando em 6º e 4º, respectivamente. O GP de Portugal foi cruel para o espanhol, pois estava na segunda posição e perseguia o então líder Fabio Quartararo quando caiu e abandonou.

Na Espanha, Rins caiu nas primeiras voltas, quando brigava pela sexta posição. Ainda se recuperou, voltou para a disputa, mas não passou do 20º lugar. Na França, sob muita chuva, foi ao solo quando saía do pit-lane. O chão também foi seu caminho em Mugello, na Itália, quando disputava um espaço no pódio nas voltas finais da prova.

MotoGP volta às pistas no próximo dia 6 de junho para o GP da Catalunha. Acompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

LEIA TAMBÉM
⇝ Com apenas 19 anos, Dupasquier morre após grave acidente da Moto3 em Mugello
⇝ Jason Dupasquier, 2001 – 2021
⇝ “Talentoso e promissor”: mundo do esporte a motor reage à morte de Dupasquier

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar