Chefão da F1 elogia MotoGP e vê união pró-esporte: “Seria erro não trabalharmos juntos”

Stefano Domenicali esteve em Mugello para acompanhar o GP da Itália e elogiou o bom momento da MotoGP. Dirigente da Fórmula 1 considerou que as categorias podem aprender uma com a outra

MotoGP preparou vídeo com imagens da carreira em tributo a Jason Dupasquier (Vídeo: MotoGP)

Stefano Domenicali acredita que seria um erro se F1 e MotoGP não trabalhassem juntas. O chefão da Fórmula 1 esteve em Mugello neste fim de semana para acompanhar o GP da Itália e, além de elogiar o Mundial de Motovelocidade, defendeu a colaboração entre as duas categorias.

Falando ao site oficial da MotoGP, Domenicali elogiou a visão de Carmelo Ezpeleta, chefão do Mundial de Motovelocidade, e declarou amor pela série das duas rodas.

LEIA TAMBÉM
⇝ Itália contrasta melhor e pior do esporte e evidencia força extraordinária de pilotos

F1; FÓRMULA 1; STEFANO DOMENICALI;
Stefano Domenicali aproveitou a passagem por Mugello para visitar a MotoGP (Foto: Lamborghini)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

“Me sinto muito abençoado e feliz por fazer parte desta família, pois eu conheço o mundo da MotoGP, conheço a ótima visão de Carmelo, a família e o pessoal dele são realmente ótimos”, elogiou Stefano. “Eu amo a MotoGP, amo motocicletas e amo este lugar, então é ótimo estar aqui em um domingo que, pela primeira vez, não tem público, mas isso não significa que a paixão não esteja aqui. É realmente fantástico”, seguiu.

Questionado sobre o que pensa do campeonato da MotoGP, Domenicali respondeu: “É super empolgante. É bom ver tantos pilotos lutando pela vitória. A classificação do campeonato é tão apertada. Você precisa ficar ligado a cada domingo. E vimos o que aconteceu ontem [sábado] com Maverick [Viñales] na classificação. Ele teve uma classificação difícil e agora vai largar atrás. Tem muita ação, então tenho certeza de que isso vai acontecer até o fim da temporada”.

Nesta temporada, foi possível notar uma aproximação entre as duas categorias. A Pramac passou a exibir nas motos um logo da categoria máxima da FIA (Federação Internacional de Automobilismo). Além disso, nas redes sociais, a aproximação das categorias têm sido maior.

“Estamos em contato, trabalhando juntos na nossa plataforma e podemos aprender uns com os outros de uma maneira muito significativa. Essa é a direção para seguir e avançar”, defendeu. “Temos o privilégio de sermos duas incríveis plataformas do esporte a motor e seria um erro não trabalharmos juntos. E, acima de tudo, é ótimo sermos amigos”, concluiu.

A MotoGP volta às pistas no próximo dia 6 de junho para o GP da Catalunha. Acompanhe a cobertura do GRANDE PRÊMIO sobre o Mundial de Motovelocidade.

LEIA TAMBÉM
⇝ Com apenas 19 anos, Dupasquier morre após grave acidente da Moto3 em Mugello
⇝ Jason Dupasquier, 2001 – 2021
⇝ “Talentoso e promissor”: mundo do esporte a motor reage à morte de Dupasquier

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar