Quartararo reage com frieza à saída antecipada de Viñales: “Não me importo”

Francês destacou que está focado no próprio trabalho e não vê mudanças significativas com a chegada de Cal Crutchlow para ocupar a vaga do espanhol no GP da Grã-Bretanha deste fim de semana

Marc Márquez sofreu forte queda no fim do TL1 em Silverstone (Vídeo: Reprodução/Fox)

Fabio Quartararo reagiu com frieza à saída de Maverick Viñales da Yamaha. O francês afirmou que não está triste com o desfecho da relação entre o espanhol e a marca dos três diapasões e destacou que trata-se de um “esporte individual”.

Viñales tinha contrato com a Yamaha até 2022, mas pediu para ser liberado antes do prazo. No GP da Estíria, porém, o espanhol descontou a frustração pela performance na YZR-M1, foi suspenso do GP da Áustria por tentar romper o motor da moto e acabou dispensado de vez pela marca dos três diapasões.

WEB STORY
Fatos e curiosidades do GP da Grã-Bretanha de MotoGP

Fabio Quartararo não vai sentir tanta falta assim de Maverick Viñales (Foto: Yamaha)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Questionado se estava triste com a saída de Viñales da Yamaha antes do fim da temporada, Quartararo respondeu: “Bom, é uma coisa com a qual realmente não me importo”.

“Estou focado no meu trabalho, então é algo que realmente não me afeta”, frisou.

Líder da MotoGP, o francês destacou que vive uma boa fase com a YZR-M1 e reforçou que a troca de Viñales para Cal Crutchlow neste fim de semana não interfere.

“Não me sinto triste. Só estou curtindo”, comentou. “É um esporte individual, tenho um novo companheiro de equipe este fim de semana. Não estou realmente triste”, concluiu.

A largada do GP da Grã-Bretanha de MotoGP, em Silverstone, está marcada para as 9h (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do Mundial de Motovelocidade 2021.

LEIA TAMBÉM
Fim triste mostra que relação entre Viñales e Yamaha deveria ter acabado antes
Binder arrisca na chuva e encerra jejum de um ano com vitória corajosa na Áustria
De pódio à suspensão: Yamaha vai do céu ao inferno na rodada do Red Bull Ring
Suzuki põe atualizações para funcionar, e Mir ganha fôlego. Rins ainda titubeia
Bagnaia mostra força em briga por título, mas precisa encontrar primeira vitória
Zarco cai em momento crucial da temporada e se afasta da briga pelo título
WEB STORY: Sete vencedores em 11 GPs: um retrato da temporada 2021 da MotoGP

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar