GUIA 2021: MotoGP volta com mistério: Marc Márquez retorna após três cirurgias? E como?

Marc Márquez vai voltar? Se sim, em que estado físico? É a principal dúvida da MotoGP para 2021 - todas as possibilidades de título, para todo o grid, dependem de como o espanhol vai (e se) retornar

A MOTOGP COMEÇA 2021 ENVOLTA EM UM MISTÉRIO: quem é o favorito ao título? Depende. Porque se Marc Márquez, oito vezes campeão do mundo, estiver inteiro – e, consequentemente, na pista -, é ele. De forma inconteste, até que se prove o contrário. Se não estiver, ninguém consegue cravar: tal como em 2020, quando diversos pilotos brigaram pela conquista por toda a temporada.

Tal ‘plot’, como dizem os jovens que assistem séries e filmes, ou trama, em bom português, dá o tom da temporada 2021 do Mundial de Motovelocidade. Tudo depende das condições do melhor piloto sobre duas rodas que existe no momento – se de todos os tempos, outros que discutam. Mas quais as chances dele estar bem? Dele estar mal? No meio disso, talvez?

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GUIA 2021
MotoGP chega igual, mas diferente em campeonato condicionado por pandemia
Equipes e Pilotos da temporada 2021 da MotoGP
Suzuki segue vida sem Brivio e tenta feito do bicampeonato

É praticamente impossível dizer. Quando apressou a volta da lesão sofrida na primeira corrida de 2020, Márquez criou uma situação completamente evitável. A lesão no braço necessitou de intervenção, mas 13 dias depois ele voltou à cama de um hospital para troca na placa de titânio, danificada por acúmulo de estresse – tudo isso para voltar ainda a tempo de brigar pelo título mundial.

Importante lembrar: o acúmulo de estresse veio após o espanhol tentar abrir uma janela.

Foi como se não tivesse aprendido a lição de dias antes, quando uma semana após a queda em Jerez tentou correr o GP da Andaluzia. Com dores, obviamente, não conseguiu. O tempo foi passando e, de agosto, chegou dezembro, e com o mês final do ano, a cirurgia final desta sequência. Sim, mais uma, novamente para troca da placa. Um enxerto ósseo também foi posto no braço acidentado.

O próprio Márquez sentiu – neste caso, psicologicamente – a mais recente intervenção. Não a ponto de abandonar a carreira, de abalar o lado mental: “Foi duro. O braço não melhorava, não piorava, mas também não ficava melhor. Sentia que algo não estava bem, mas os médicos continuavam a falar ‘você precisa esperar, você precisa esperar'”.

“Depois da terceira cirurgia, foi duro porque fiquei dez dias em um hospital, o sentimento foi péssimo por todo esse tempo. Mas, desde então, comecei a dar pequenos passos na recuperação do braço, então passei a tentar ser sempre otimista. Nunca pensei em parar de correr. Sempre penso quando será a próxima corrida, o próximo teste”, disse em fevereiro.

Marc Márquez mira primeira etapa do calendário (Foto: Repsol)

Bem, o “próximo teste” não foi o de pré-temporada, mas sim uma passagem pelo circuito de Montmeló com uma Honda RC213V-S e, depois, em Portimão. O suficiente para que daqui quatro dias Márquez dispute os treinos livres da MotoGP em Losail? Não. O próprio piloto anunciou que não vai correr em nenhuma das duas etapas.

Márquez é maluco, e as voltas apressadas comprovam isso, tal como as inúmeras quedas que já sofreu nas pistas pelo mundo – mas, em algum momento, o corpo cobra, mesmo de super-heróis como os pilotos a MotoGP. Se chegou a hora dessa cobrança, o campeonato está aberto. Se Márquez ainda é heróico, os rivais que se preocupem.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube