Dixon evita colocar meta para estreia na MotoGP: “Só acelerar e curtir”

Jake Dixon vem de resultados discretos na Moto2, mas ganhou uma oportunidade inesperada na MotoGP para a etapa deste fim de semana, em Silverstone. Por ser a estreia na classe rainha do Mundial, mostrou-se bem ansioso

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTubeGP | GP2

A temporada 2021 de Jake Dixon na Moto2 não é das melhores, com um único top-10, conquistado logo na abertura do campeonato. Com apenas 21 pontos, o britânico ocupa o 19º lugar no certame. mesmo assim, vai ocupar a moto de Franco Morbidelli, na MotoGP, no fim de semana do GP da Grã-Bretanha.

Apesar de não esperar grandes desempenhos na SRT em Silverstone, Dixon está contente por estrear na classe rainha do Mundial de Motovelocidade com arquibancadas cheias e em sua corrida em casa.

“Este fim de semana vai ser difícil, por saltar na moto maior pela primeira vez logo no GP em casa, mas estou realmente ansioso para isso. É sempre empolgante correr em casa, mas neste ano será ainda mais especial. O apoio é sempre incrível aqui, amo a pista e acredito que será uma grande experiência”, disse Dixon.

Jake Dixon ganhou uma inesperada chance na MotoGP em 2021 (Foto: SRT)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Ter um grande público aqui e conhecendo o circuito vai me ajudar muito neste fim de semana, mesmo que eu não busque nenhum resultado em particular. Vou apenas acelerar e curtir”, seguiu.

Dixon vai estrear na SRT, ao lado do veterano Valentino Rossi, e ocupando o posto que é do lesionado Franco Morbidelli. Cal Crutchlow, que andou com a moto na rodada dupla na Áustria, vai acelerar pela equipe de fábrica da Yamaha neste fim de semana, substituindo o dispensado Maverick Viñales.

LEIA TAMBÉM
Aos 42, Rossi decide por aposentadoria e encerra história na MotoGP em 2021
Maior da história ou não, Rossi teve impacto transformador e popularizou MotoGP
Ídolo, referência e lenda: mundo do esporte a motor reage à aposentadoria de Rossi
Obrigada, Vale
Fim triste mostra que relação entre Viñales e Yamaha deveria ter acabado antes
Binder arrisca na chuva e encerra jejum de um ano com vitória corajosa na Áustria
De pódio à suspensão: Yamaha vai do céu ao inferno na rodada do Red Bull Ring

Master Camp conta com a participação não só dos pupilos, mas Valentino Rossi também costuma fazer uma aparição (Vídeo: Yamaha)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar