Viñales se diz “muito bem” com nova Aprilia, mas afirma: “Ela me leva e não o contrário”

Maverick Viñales fechou mais cedo os testes de pré-temporada na Malásia e disse que está bem com a nova Aprilia, mas destacou algumas dificuldades com o motor da montadora italiana

Maverick Viñales foi o primeiro piloto a encerrar as atividades na Malásia, nesta quinta-feira (8). O piloto espanhol da Aprilia não voltou para a pista nas horas finais de testes em Sepang e já conversou com a imprensa presente no local, especialmente sobre as inovações aerodinâmicas levadas pela montadora italiana.

Nos primeiros dias de treinos, a Aprilia mostrou ao mundo diversas mudanças aerodinâmicas nas motos e conseguiu se estabelecer nas primeiras posições. Viñales, porém, sente que não experimentou de tudo e pretende focar nas novidades nos próximos testes, em Lusail.

“Nos faltou um dia, espero tê-lo no Catar. Consegui bons tempos e me senti bem com a moto, mas falta um pouco de entrada de curva e tempo. A moto me leva e não o contrário”, afirmou.

“Chegamos aqui há pouco tempo e com uma moto nova. Apesar disso, estou bem, mas ainda temos dois dias de treinamentos no Catar. Em termos de motor e velocidade máxima, estamos nos últimos lugares”, acrescentou o espanhol.

Trio da Aprilia em ação durante testes (Foto: David Goldman/Red Bull Content Pool)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

“Prefiro estar sofrendo nos testes e andar melhor nas corridas. Depois dos dois dias no Catar, vamos analisar a moto e ver as muitas coisas que podemos modificar”, concluiu.

MotoGP volta a acelerar nos dias 19 e 20 de fevereiro, com os últimos testes de pré-temporada, no circuito de Lusail, no Catar. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como das outras classes do Mundial de Motovelocidade durante todo o ano.

LEIA TAMBÉM
📌 Pequena Gresini se posiciona entre gigantes, mas com missão árdua na MotoGP 2024
📌 Marini assume batata quente, mas acerta em se descolar do irmão e encarar Honda
📌 Bastianini assume responsabilidades, mas sabe: é tudo ou nada na MotoGP 2024
📌 Acosta chega como novo Marc Márquez na MotoGP: é justo com ele?
📌 MotoGP até cresce, mas ganhar terreno no campo global vai além de novo formato
📌 KTM avança, mas ainda distante de protagonismo na MotoGP: o que falta?

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da MotoGP direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.