Morbidelli antecipa pedido de Natal para SRT: Yamaha de fábrica para 2021

O ítalo-brasileiro reconheceu que a decisão é algo que foge de seu controle, mas destacou que vai fazer o possível para justificar uma eventual M1 de fábrica

Franco Morbidelli deixou um recado bastante claro para a SRT Yamaha: quer uma moto de fábrica para 2021. Na equipe satélite da Yamaha, o piloto apontou que não é apenas seu desempenho que vai definir o assunto, mas afirmou vai justificar o merecimento.

Atualmente, de todos os pilotos da fábrica de Iwata, o ítalo-brasileiro é o único a correr com uma M1 desatualizada. Até mesmo seu companheiro Fabio Quartararo compartilha da mesma máquina que Valentino Rossi e Maverick Viñales.

A moto pilotada pelo competidor é um avanço comparada com a de 2019, mas ainda não tem o mesmo motor do time principal, principalmente percebido pela entrada de ar.

GP da França, MotoGP 2020, Le Mans, Corrida
Franco Morbidelli espera ter moto de fábrica em 2021 (Foto: SRT)


Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Ainda não está dito de que terei essa moto [abaixo de fábrica]. Falei com Razlan [Razali, chefe do time], com Wilco [Zeelenberg , gerente] e também com Stiggy [Johan Stigfelt, diretor da SRT]. Disse a eles que o meu pedido de natal já está feito. Não depende apenas de meu desempenho na pista. Depende de outras coisas”, disse.

“Mas é claro, meu desempenho na pista faz uma grande diferença na escolha e no nível de esforço que a equipe vai fazer por mim. Meu objetivo é controlar o que posso e ter o melhor desempenho possível para fazer a equipe pensar muito bem qual moto vai me dar no ano que vem. E fazer a Yamaha pensar muito em qual moto querem nos fornecer em 2021”, completou.

Em 2020, Morbidelli alcançou seu primeiro pódio na MotoGP, assim como também sua primeira vitória. Com cinco etapas para o encerramento do campeonato, aparece na sexta colocação da classificação.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP de Aragão, 11ª etapa do Mundial de Motovelocidade 2020.

LEIA TAMBÉM
Moedor à italiana, Ducati tem má gestão escancarada com vitória de Petrucci
Salto de Marini para MotoGP em 2021 vira guerra entre VR46 e Avintia

Suzuki precisa resolver déficit de classificação para enfim se tornar grande na MotoGP
Márquez & Márquez: as estreias de Marc e Álex no pódio da MotoGP

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube